Saiba tudo sobre o novo Renault Clio

Saiba tudo sobre o novo Renault Clio

0 791

Lançado em 1990, o Clio marcou a história da Renault, com 11,5 milhões de automóveis vendidos em mais de 115 países. A quarta geração, apresentada esta semana, tem como objectivo escrever uma nova página desta história de sucesso.

O novo Clio é o primeiro modelo, de série, a exprimir plenamente a renovação do design da Renault, impulsionada por Laurens van den Acker, concretizando a promessa de transferir o estilo e a emoção dos concept-cars da marca para os automóveis de série.

renault_clio_2013b

Proporções harmoniosas e dinâmicas

Este modelo distingue-se, desde logo, pela dianteira, onde sobressai o logotipo de grandes dimensões, orgulhosamente colocado em posição vertical, sobre um fundo negro brilhante. Este novo design foi estreado no concept-car DeZir. As ópticas, com contornos cromados e os faróis diurnos LED, reforçam a expressividade desta nova dianteira. Disponível apenas em versão de 5 portas, o Novo Clio tem um design desportivo que é acentuado pela total integração das pegas das portas traseiras no pilar. Face à actual geração, o Novo Renault Clio possui uma inferior altura ao solo, as vias alargadas e as rodas colocadas no «exterior». O Novo Renault Clio terá disponíveis, no lançamento, oito cores diferentes, entre as quais, o Vermelho Chama inspirada na cor do DeZir.

Espaço interior moderno, acolhedor e ergonómico

O interior é coerente com o estilo exterior e foi desenhado para inspirar força e confiança. Pormenores como o desenho do painel de bordo, a consola central multimédia, a escolha das cores no interior, o velocímetro digital, bem como as aplicações de cromados e de preto brilhante no habitáculo, associam a modernidade e a ergonomia ao bem-estar dos ocupantes.

renault_clio_2013c

Uma inédita oferta de personalizações ao gosto de todos

Foi pensado, desde a sua concepção, para permitir a personalização do exterior e do interior. No lançamento, as possibilidades de personalização exterior passam pelas capas dos retrovisores, a saia do pára-choques traseiro, as protecções inferiores das portas, a cor das jantes e strippings para o tejadilho. No interior, o painel de bordo, os painéis de portas, o volante, as pegas, a base da alavanca da caixa de velocidades, a moldura dos arejadores e os tecidos dos bancos são personalizáveis, de acordo com o desejo do cliente, que tem a possibilidade de escolher diferentes propostas, disponíveis sobre a forma de packs, a preços acessíveis.

Renault R-Link, o tablet integrado ligado ao automóvel e à internet

O Clio disponibiliza o Renault R-Link, sistema que faz a ponte entre o automóvel e a conectividade indispensável na vida quotidiana, com:
Um grande ecrã táctil de 7 polegadas (18 cm), com comando vocal e, em estreia no mercado, um ecrã de acolhimento personalizável pelo cliente;
A navegação conectada TomTom, com os serviços LIVE, que permitem a melhor informação, em tempo real, sobre o tráfego, optimizando assim o tempo dos trajectos;
A conexão à electrónica do automóvel que permite, entre outras, o acesso a uma função de eco-condução avançada, Driving Eco2, que analisa o comportamento do condutor e fornece os conselhos apropriados para a redução dos consumos;
Renault R-Link Store, que é a primeira Application Store num automóvel e que permite ao utilizador o acesso através do MyRenault, a partir do automóvel ou, em casa, a partir de um computador, à consulta e ao descarregamento de uma oferta variada de aplicações.

Para além do R-Link (disponível em algumas versões) a Renault disponibiliza, também, no Novo Clio o sistema MEDIA NAV, que dispõe também de um ecrã táctil de 7 polegadas (18 cm) e que inclui o rádio e a tecnologia Bluetooth®. Através das entradas USB ou jack na fachada do ecrã é possível ligar quaisquer aparelhos portáteis. O sistema MEDIA NAV integra, também, a navegação Nav N Go com afixação em 2D ou em 3D (Birdview).

Em estreia mundial, os Rádios Bluetooth com sistema Renault Bass Reflex

O novo Renault Clio terá disponível, em todas as versões, um novo sistema sonoro, denominado Renault Bass Reflex, onde as baixas frequências são restituídas, na perfeição, sem distorção do som. Inlcui também a função Bluetooth, que permite escutar música com uma excelente qualidade sonora, em audio-streaming, a partir de dispositivos portáteis. Todos os rádios possuem entradas USB e Jack.

Prazer de condução com o objectivo de liderança nos consumos e emissões de CO2

O novo Renault Clio propõe uma renovada gama de motores a gasolina e Diesel, que conjugam os reduzidos consumos com o prazer de condução. Os dois novos motores a gasolina, Energy TCe 90 e TCe 120, combinam os reduzidos consumos e emissões de CO2, com excelentes acelerações e recuperações. No que diz respeito aos Diesel, a nova geração de motores Energy dCi permitem ao Novo Renault Clio a obtenção de recordes de consumo, sem que isso afecte o prazer de condução.

renault_clio_2013a

Dois novos motores Energy : a melhor tecnologia para o quotidiano

Novo motor a gasolina Energy TCe 90
Este é também o primeiro modelo da marca equipado com o primeiro motor 3 cilindros turbo (Energy TCe 90) produzido pela Renault:
– Um três cilindros turbocomprimido de 899 cm3 de cilindrada, com Stop & Start e com as performances de um motor atmosférico de 1.4 litros;
– Um turbo de baixa inércia, com toda a disponibilidade a baixos regimes, 90 cv e 135 Nm às 2 000 rpm (90 % do binário disponível entre as 1 650 rpm e as 5 000 rpm);
– Um consumo de 4,3 litros / 100 km e emissões de CO2 de 99 g / km;
– Uma diminuição de 21 % nos consumos e nas emissões de CO2, em comparação com o motor TCe 100 que é substituído.

Novo motor Energy dCi 90 Diesel
A família Energy cresce com a nova versão de 90 cv do motor 1.5 dCi, equipado com Stop & Start :
– Um binário de 220 Nm disponível a partir das 1 750 rpm, que corresponde a um ganho de 20 Nm face ao actual dCi 85;
– Um consumo de 3,2 litros / 100 km e emissões de CO2 de apenas 83 g  / km.

Um novo motor TCe 120 acoplado à caixa de dupla embraiagem EDC de 6 velocidades

Uma estreia para a Renault no segmento B. O Novo Renault Clio irá utilizar o novo e extremamente dinâmico motor TCe 120 acoplado à caixa automática de dupla embraiagem EDC (Efficient Dual Clutch)  de 6 velocidades:
– É um motor de quatro cilindros, de 1,2 litros, com as performances de um motor atmosférico de 1,6 litros;
– Um motor turbo de injecção directa, a gasolina, com 120 cv e um binário de 190 Nm, a partir das 1 750 rpm.
Este motor, em curso de homologação, estará disponível durante o primeiro semestre de 2013 e será um dos mais potentes e com menores consumos da sua categoria.

Também no primeiro semestre de 2013, a caixa automática de dupla embraiagem EDC estará disponível, associada ao motor dCi 90.

Serviços adaptados para promover a eco-condução

Este modelo disporá, igualmente, de um conjunto de soluções para ajudar eficazmente o condutor a reduzir os consumos e as emissões de CO2 :
Um modo ECO que é activado através de um simples interruptor e que possibilita, com alteração dos desempenho do motor, uma redução do consumo até 10%;
Indicadores do estilo de condução (verde, amarelo, laranja) e de passagem de caixa (GCI – Gear Changes Indicator) no painel de bordo, para ajudar o condutor a adaptar a sua condução para optimizar os consumos;
A aplicação Driving eco2, incluída no R-Link, fornece um completo conjunto de informações para ajudar o condutor a analisar a sua condução e aplicar as medidas correctivas para reduzir os consumos e as emissões de CO2.

Novo Renault Clio, a qualidade e a segurança estão nos genes

A nova geração Clio possui todos os standards da Renault: um automóvel com um preço acessível e com um nível de qualidade de referência, sem nada a invejar em relação a automóveis de segmentos superiores ou mais onerosos. Este modelo recupera e optimiza a plataforma B da aliança para oferecer níveis de conforto, maneabilidade e acústicos sem paralelo.
Em termos de segurança, o novo Renault Clio tem a responsabilidade de suceder ao Clio III, que foi o primeiro modelo do segmento B a conquistar 5 estrelas no “crash-test” Euro NCAP, em 2005.

[nggallery id=323]

NO COMMENTS

Leave a Reply

*