Renault Kangoo com recorde de consumos

Renault Kangoo com recorde de consumos

0 674

O Renault Kangoo ganha novo protagonismo, com a comercialização de duas novas motorizações: Energy dCi 90 e Energy dCi 75.

Renault_Kangoo-2

Com estes novos motores, disponíveis nas versões de passageiros e comercial ligeiro, o Renault Kangoo obtém um novo recorde de consumos, com 4,4 l/100 km (e emissões de 115 g CO2/km), tornando-se no modelo mais económico do segmento. Para obter este resultado, os motores 1.5 dCi 90 cv e 75 cv foram objecto de uma verdadeira metamorfose, através da integração da tecnologia presente no bloco Energy dCi 110, que está disponível na gama Mégane e na gama Scénic. Os novos Energy dCi 90 e 75 são um concentrado de tecnologias, algumas das quais derivadas directamente da experiência da Renault, na concepção de motores para a Fórmula 1.

Estes novos motores diesel dispõem, também, do sistema de recuperação de energia na desaceleração e na travagem (Energy Smart Management) e do Stop & Start de última geração, que integra novas funções que visam aumentar o conforto do condutor e dos passageiros como, por exemplo a manutenção em funcionamento da climatização, mesmo com o motor parado.

Se a introdução das novas tecnologias permitiu reduzir, de forma significativa, os consumos e as emissões de CO2, os desempenhos mantêm-se inalterados e entre os melhores da categoria. Na versão de 90 cv, o binário de 200 Nm disponível desde as 1 750 rpm garante uma condução agradável, com rápidas acelerações, em qualquer regime do motor. Já o motor Energy dCi 75 possui um binário de 180 Nm disponível, também, a partir das 1 750 rpm.

motor_Energy_dCI_90

Em paralelo com a introdução dos motores mais económicos do mercado, a Renault dota o Kangoo Express de um conjunto de equipamentos que tornam a vida a bordo mais prática e mais confortável. A partir de agora, todas as versões do Kangoo Express dispõem, de série, de: sensores de chuva e luminosidade, faróis de nevoeiro, rádio, retrovisores exteriores eléctricos, porta-luvas fechado. A totalidade das versões passa, também, a estar equipada com jantes de 15 polegadas e com protecções na parte inferior da carroçaria.

Os intervalos de manutenção são também alterados, passando a efectuar-se apenas aos 40 000 km ou 2 anos o que é, também, o melhor desempenho do seu segmento. Alterações que permitem uma diminuição de, cerca de 14%, nos custos de utilização.

Estes novos motores estão já disponíveis em Portugal a partir de 21.450 euros para o modelo de passageiros e de 17.480 euros para o comercial ligeiro.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*