Conheça as principais causas dos problemas que podem assolar a pintura do...

Conheça as principais causas dos problemas que podem assolar a pintura do seu carro

0 1256

Nos dias que correm são poucas as pessoas que se preocupam com a pintura do seu carro, ainda assim convém não descurar aquela que é a face mais visível do automóvel, uma vez que é ela que marca a imagem do veículo e o seu aspeto geral.

As tintas que hoje são utilizadas na pintura são produzidas a partir das mais modernas tecnologias e têm como objectivo a proteção do desgaste natural de um veículo, e para que esta se mantenha em ótimas condições o máximo de tempo possível, vamos dar-lhe a conhecer algumas das causas mais comuns dos problemas que a podem afetar.

MUDANÇAS DE TEMPERATURA

Quando o seu automóvel está constantemente exposto a mudanças de temperatura, a tinta vai-se expandir e contrair de acordo com as mudanças climatéricas ocorridas. Com o tempo, este acontecimento vai fazer com que surjam pequenas fendas e aberturas que permitirão a infiltração da humidade, sal e outros produtos químicos. São estes os responsáveis pelo aparecimento da ferrugem e pela rápida deterioração da tinta.

GRAXA DE SAPATOS E CREME DE BARBEAR

Estes dois itens são normalmente utilizados para escrever mensagens ou gravar desenhos decorativos janela ou na chapa de um carro, como é muito habitual nos casamentos. Porém, se a graxa dos sapatos ou o creme de barbear entrar em contacto com a pintura do veículo, os resultados poderão ser catastróficos, uma vez que daí podem resultar marcas permanentes para o automóvel.

PRÓXIMIDADE DE UMA ÁREA DE CONSTRUÇÃO

Deve evitar deixar o carro estacionado nas proximidades de uma área de construção, pois nestes locais existe uma alta concentração de poeira e há também o risco de cair cimento molhado no seu automóvel. Se isto acontecer e se o cimento secar em cima da chapa do veículo, os danos serão irreversíveis, uma vez que vão ficar marcas na pintura da viatura quando o cimento for raspado.

EXCREMENTOS DOS PÁSSAROS

Os excrementos dos pássaros podem ser bastante prejudiciais para a pintura do seu automóvel. Contêm determinadas substâncias químicas que corroem a pintura e expõem as camadas subjacentes. Dessa forma, é importante retirar de imediato os excrementos assim que eles tiverem ocorrido, para que a pintura não seja afetada.

GASOLINA E ÓLEOS

Os líquidos que são provenientes de outros componentes do carro, como por exemplo a gasolina e o óleo dos travões, devem ser mantidos à distância da pintura do automóvel. Se qualquer um dos dois entrar em contato com a pintura, esta começará a secar e a ficar descascada,acabando por se degradar. Quando abastecer e perceber que verteu combustível para a pintura, limpe essa área de imediato.

PROJEÇÃO DE PEDRAS

Quando conduzimos nas autoestradas e em estradas inacabadas, os nossos carros ficam sujeitos a danos causados por pequenas pedras e rochas. Esta situação acontece devido à velocidade a que os automóveis transitam, fazendo com que as referidas pedras saltem e abram lascas na superfície do veículo, contribuindo para a degeneração da sua pintura. Quando assim suceder, prrocure distanciar-se dos veículos que circulam à sua frente, ou ande devagar para evitar a projeção.

UTILIZAÇÃO DE PANOS SUJOS

A utilização de panos sujos na limpeza da superfície do veículo é uma das causas mais comuns de problemas que afetam a pintura de um automóvel. As partículas de lixo que eventualmente se encontrem num pano sujo, podem fazer arranhões na pintura e isso é suficiente para ficarem marcas permanentes. Por outro lado, também deve evitar esfregar a sujidade do automóvel com um pano seco, uma vez que isso vai causar atrito e danos graves na pintura do carro.

SIMILAR ARTICLES

0 2103

0 1163

NO COMMENTS

Leave a Reply

*