Novo Renault Clio obtem 5 estrelas nos testes EuroNCAP

Novo Renault Clio obtem 5 estrelas nos testes EuroNCAP

0 512

O novo Renault Clio acaba de ser distinguido com a pontuação máxima de cinco estrelas nos testes de segurança passiva efectuados pelo organismo independente EuroNCAP, tendo este resultado sido obtido já com os testes mais exigentes em vigor desde Janeiro de 2012.

Com uma nota de 85%, o novo Clio obtém um resultado superior ao da actual geração, colocando-se no pelotão da frente do segmento com a melhor nota de sempre nos critérios protecção de crianças, peões e equipamentos de segurança. Para conseguir obter estes resultados, a marca francesa desenvolveu um conjunto de soluções que têm em linha de conta a «acidentologia» e os comportamentos reais, de forma a maximizar a eficácia da protecção dos ocupantes. Para garantir a melhor protecção, a arquitectura electrónica do novo Clio integra um conjunto de evoluções para que as últimas gerações de equipamentos de segurança se activem de forma ainda mais rápida.

Protecção de ocupantes adultos

No caso de um choque frontal, os ocupantes dos lugares dianteiros estão protegidos por dois airbags de alto rendimento e cintos de segurança com pré-tensores e limitadores de esforço calibrados a 400 daN. Os lugares traseiros dispõem todos de cintos de segurança de 3 pontos e limitadores de esforço nos 2 lugares laterais.

Uma das causas importantes de mortalidade (devido à menor protecção), o choque lateral foi objecto de um tratamento específico que resultou num espectacular resultado com a obtenção da nota máxima de 8 pontos em 8 possíveis. O novo Clio dispõe de um sistema de 2 captores implantados nas portas dianteiras e no pilar central, que permitem detectar o choque e, sobretudo, reagir 2 vezes mais rápido na activação dos sistemas de segurança. Um algoritmo específico adapta a velocidade de activação dos airbag cabeça-tórax, da nova geração, à violência do choque. Os resultados obtidos nestes testes, em conjunto com os de choque contra um poste e choque traseiro, permitem ao Novo Clio obter 32 pontos em 36 possíveis.

Novo Clio no Top da protecção para crianças

Graças à concepção da estrutura, e às fixações Isofix de 3 pontos disponíveis no lugar do passageiro dianteiro e nos lugares laterais traseiros, o nível de protecção de crianças no Novo Clio é o melhor de todo o segmento B com 43 pontos em 49 possíveis.

Protecção de peões

A dianteira foi desenvolvida para minimizar os ferimentos provocados num atropelamento. O pára-choques foi desenhado para não ter saliências, e a zona inferior do pára-brisas, tradicionalmente rígida, foi redesenhada para diminuir os riscos de ferimentos. O capot foi elevado em 20 mm para preservar uma zona de deformação entre a sua estrutura e o motor. Com 24 pontos em 36, o Novo Clio é, também na Protecção de peões, o automóvel com melhor resultado do seu segmento.

A segurança nos genes… e nos equipamentos

O compacto francês possui, de série, o regulador/limitador de velocidade, os testemunhos visuais e sonoros de colocação dos cintos de segurança em todos os lugares, e o corrector electrónico de trajectória ESP, permitndo-lhe obter a nota máxima de 7 pontos que é, também neste critério, a melhor do seu segmento.

Uma abordagem pragmática e duradoura

A Renault assenta a sua abordagem da segurança em casos reais de acidentes e de utilização do automóvel, de forma a propor os produtos mais adaptados à realidade das estradas. Isto significa que é dada toda a prioridade às tecnologias mais eficazes para prevenir os riscos de acidente, para corrigir situações inesperadas e para melhor proteger os ocupantes no caso de um choque. A abordagem da Renault é global e não se resume apenas a um equipamento ou a uma tecnologia o que permitiu à Renault impor-se, ao longo dos anos, como uma referência absoluta e amplamente reconhecida (mesmo a nível mediático) em matéria de segurança automóvel.

A massa de um automóvel representa um desafio capital no que à segurança diz respeito (segurança activa com, por exemplo, distâncias de travagem mais curtas, e segurança passiva porque uma menor massa diminui a inércia em caso de acidente). Com uma redução do peso (que pode atingir os 100 kg) face ao Clio III, o Novo Clio possui uma extraordinária repartição de massas com uma estrutura de deformação programada concebida para preservar o habitáculo e assim proteger da forma mais eficaz os ocupantes.
No que diz respeito à segurança activa, a qualidade do chassis, associado a um modelo numérico auto-adaptativo de dinâmica do automóvel, detectam, em conjunto, e de forma rigorosa, todas as situações de urgência. O ESP é um equipamento de série e o conjunto calculador/bloco hidráulico integra o sistema electrónico de ajuda à travagem de urgência (EBA).

NO COMMENTS

Leave a Reply

*