A Peugeot no Salão Automóvel de Genebra 2013

A Peugeot no Salão Automóvel de Genebra 2013

Peugeot 2008

No 83º Salão Automóvel de Genebra, a Peugeot vai desvendar os trunfos da sua ofensiva. A marca francesa vai colocar em evidência o 2008, e vai expor uma ambiciosa oferta 208, reafirmando a sua estratégia de subida de gama e dará prova da sua inspiração com o Onyx. A oferta híbrida Diesel HYbrid4, o 2008 HYbrid Air e o projecto 208 HYbrid FE confirmam a sua posição de vanguarda tecnológica e ambiental.

Entre os 31 veículos de série e concept-cars expostos nos 2.700 m2 do stand Peugeot em Genebra, os 700 mil visitantes esperados poderão descobrir, no espaço 2008, nada menos de sete exemplares representativos da oferta de lançamento do crossover urbano da Marca.

Peugeot 2008: o crossover urbano de vocação mundial

Na Europa, na China e na América Latina, engenheiros e estilistas trabalharam em conjunto para criar o crossover urbano 2008, que sintetiza o invejável conhecimento da Marca no universo dos citadinos assim como no universo dos crossover, como testemunha o sucesso do 3008, com mais de 440 mil exemplares comercializados.

Oferta automóvel inédita no segmento B, o 2008 tem a missão de conquistar novos Clientes em três continentes, contribuindo para a dinâmica de internacionalização da Marca, que conheceu em 2012 uma nova aceleração.

Peugeot 2008

O 2008 é um crossover compacto (4,16 m), ágil e polivalente, com um estilo refinado e claramente assumido, destinado a jovens urbanos de São Paulo ou Shangai, de Paris, Kuala Lumpur ou Moscovo, amantes da cidade, mas que apreciam igualmente a evasão, procurando conciliar o prazer automóvel e o respeito pelo ambiente.

Em coerência com o dinamismo evocado pela sua silhueta, o 2008 alberga sob o capot motorizações de última geração com consumos particularmente trabalhados: com os seus motores Diesel e-HDi e 3 cilindros a gasolina, o crossover urbano Peugeot distingue-se por emissões de CO2 a partir de 98 g/ km.

O 2008 é a expressão dos pontos fortes da Peugeot, já plebiscitados pelos Clientes 208: design atlético, experiência de condução inovadora graças ao pequeno volante e aos mostradores sobrelevados, elevado conforto associado a um comportamento em estrada de referência, qualidade dos materiais e dos acabamentos.

A mais recente estrela da Marca é apresentadanuma versão laranja acobreado, única e energética, que sublinha a identidade crossover. A sua pintura concebida à base decrómio reflecte a oferta de personalização que será proposta aos Clientes através de uma cor laranja intenso, assim como as reflexões efectuadas pela Marca acerca de cores e materiais inovadores.

O 2008 será produzido na proximidade dos seus Clientes, em França (Mulhouse) inicialmente, e depois na China e no Brasil.

Peugeot 208 GTI

A algumas semanas do seu lançamento comercial, o 208 GTi – que faz renascer o mito – e o 208 XY – citadino chique e exclusivo – são expostos em Genève, coroando uma oferta 208 agora completa.
Silhuetas de 3 portas com identidades exteriores fortes, assinatura luminosa na zona dianteira, jantes de 17” exclusivas, trabalho sofisticado ao nível de materiais e de cores, ambientes interiores específicos: antes ainda de estarem em movimento, o 208 GTi e o 208 XY – expressões de um estilo de esculpir Peugeot atlético e elegante – já cativam olhares.

Prazer de condução, sempre presente

O 208 XY propõe motorizações gasolina e e-HDi performantes e sóbrias, de 92 a 155 cv. O 208 GTi retira a quinta essência do seu motor 1.6 THP de 200 cv associado a uma caixa de velocidades mecânica de 6 velocidades curtas. O registo de emissões é de 139 g/ km de CO2.

Nas suas declinações de competição, rallye e pista, o 208 tem registado uma excepcional procura e começa já a contar com alguns sucessos, como a “dobradinha” alcançada no Monte-Carlo 2013 (208 R2), na sua categoria.

Um novo capítulo começa em Genebra para o 208 enquadrado na regulamentação R5, já vislumbrado no Mondial de Paris. Os genes desportivos da Marca revelam-se desde logo na designação retida: 208 T16.
Tendo como missão suceder ao 207 Super 2000, o 208 T16 acumula actualmente quilómetros de testes, tendo como objectivo tornar-se uma máquina competitiva e ganhadora de títulos nacionais e internacionais.

Peugeot RCZ

No stand Peugeot, os visitantes poderão igualmente admirar o novo RCZ, que conta com importantes trunfos reforçados. Lançado na Primavera 2010, este coupé desportivo compacto já conquistou cerca de 50 mil apaixonados.

O RCZ R Concept, na sua variante preto mate e cobre, anuncia o RCZ R, versão emblemática de desportividade extrema, que verá a luz do dia no final deste ano. O RCZ R receberá um novo motor 1.6 THP com uma potência de 260 cv, passando a ser o modelo de série mais potente na história da Peugeot.

A sua eficácia fará referência, com uma potência específica das mais elevadas do mundo para um veículo de série – mais de 160 cv / l – para objectivos de emissões de CO2 de… 155 g/ Km. Promessa de sensações dinâmicas intensas, o RCZ R beneficiará de ligações ao solo específicas, associadas a um diferencial autoblocante Torsen.

Peugeot na vanguarda

Com a tecnologia HYbrid Air, etapa-chave para chegar ao objectivo de 2l/100 km, a Peugeot afirma-se novamente pioneira. O 2008, modelo de vocação internacional, é a escolha natural para esta nova cadeia de tracção que associa um motor a gasolina e ar comprimido através de uma tecnologia de custos moderados, aplicável desde 2016 nos Veículos de Passageiros e Veículos Comerciais Ligeiros dos segmentos B e C e acessível em larga escala nos cinco continentes.

O 2008 HYbrid Air combina duas energias para atingir o melhor rendimento em função de diferentes situações: o ar comprimido, obtido sobretudo através da recuperação de energia em travagem e em desaceleração vai apoiar ou substituir o motor 3 cilindros gasolina de última geração optimizado nos aspectos-chave do seu funcionamento.
Composto, no que se refere à parte pneumática, por um reservatório de alta pressão situado no túnel central, por um reservatório de baixa pressão situado ao nível do eixo traseiro e por um conjunto motor/bomba instalado sobre a transmissão, a cadeia de tracção HYbrid Air preserva a habitabilidade e a modularidade do veículo e traduz-se, para o condutor, em três modos de utilização: Air (ZEV), Gasolina e Combinado.

Onyx: a inspiração

Na melhor tradição dos super-carros da Peugeot, o Onyx não deixará de mexer com a imaginação dos visitantes do Salão de Genebra.

Peugeot Onyx Concept

Sob a imponente silhueta de 4,65 m, calçado com jantes de 20 polegadas, o Onyx esconde um coração de atleta: aplicados sobre uma coque em carbono, o V8 híbrido HDi 3.7 de 600 cv em posição central traseira, a caixa sequencial de seis velocidades e os trens rolantes são provenientes do exigente mundo da competição automóvel ao mais alto nível.

A carroçaria chama a atenção pelo contraste dos seus materiais e cores: cobre puro para as abas dianteiras e para as portas, carbono preto mate para os restantes painéis.

Enquadrado pelos arcos em alumínio, o tecto vidrado com dupla saliência revela a estrutura em carbono e um habitáculo inédito, elaborado numa peça única em feltro: os ocupantes fazem simbiose com uma peça homogénea. Com o Onyx, a Peugeot prossegue a sua reflexão sobre materiais: é o caso do Newspaper Wood, produzido a partir de jornais comprimidos, que é utilizado na elaboração do painel de bordo e na consola central.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*