Peugeot 205 GTi entregue, como novo, ao seu dono

Peugeot 205 GTi entregue, como novo, ao seu dono

0 988

peugeot-205-gti

No âmbito do lançamento em Portugal do desportivo Peugeot 208 GTi – que promete ser a nova referência na categoria – a Peugeot Portugal lançou um original passatempo destinado a possuidores de versões GTi da marca.

José Sismeiro, vinte anos, residente em Leiria e estudante de Economia, foi o afortunado vencedor, tendo ganho um restauro completo do seu Peugeot 205 GTi de 1986. A verdadeira cura de rejuvenescimento – que obrigou à desmontagem integral do veículo – decorreu durante o mês de Abril, nas instalações do Reparador Autorizado Peugeot Automóveis do Mondego, de Coimbra.

No passado dia 16 de Maio, o Peugeot 205 GTi foi revelado e entregue, pronto para uma segunda vida, ao seu orgulhoso proprietário, que não cabia em si de feliz: “Só tinha visto as fotos no site do projecto e estava bastante nervoso na sessão de entrega. Quando destaparam o carro, nem sabia o que fazer, se abrir as portas, o capot, a bagageira… Parecia outro carro. Curiosamente, aquilo que mais me encantou foi a cor do carro, um vermelho vivo, porque estava habituado a um tom laranja. Também adorei poder experimentar o novo 208 GTi, que continua o espírito desportivo puro do 205 GTi e que tem um motor soberbo.”

A entrega do 205 GTi restaurado decorreu no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, e coincidiu com a apresentação nacional à Rede de Concessionários Peugeot e a Clientes do novíssimo Peugeot 208 GTi. O objectivo desta junção de duas gerações GTi foi justamente permitir uma comparação directa entre duas máquinas de excepção.

peugeot-205-gti_1

Fabricado em 1986, o Peugeot 205 GTi de José Sismeiro apresentava as naturais “mazelas” de um veículo com uma idade já respeitável, sobretudo ao nível da chaparia – mossas, corrosão e alguns buracos no fundo da bagageira – assim como de pintura – com a cor vermelha já bastante esbatida e porta traseira pintada de branco. A nível mecânico, a suspensão apresentava-se igualmente bastante degradada. O motor e caixa de velocidades estavam, no entanto, em estado bastante razoável.

A carismática máquina recebeu toda a atenção e carinho por parte de uma equipa de cinco técnicos orientados por João Figueiredo, Director Após Venda do Reparador Autorizado Peugeot Automóveis do Mondego.

O verdadeiro tratamento de juventude compreendeu as seguintes fases principais:

– Preparação da carroçaria para poder receber uma pintura integral
– Desarmamento e reparação de orgãos mecânicos
– Revisão da cablagem
– Pintura
– Recolocação borrachas + vidros
– Aplicação de frisos e plásticos diversos
– Profunda revisão dos eixos (novos amortecedores + novos tirantes na barra de direcção)
– Colocação do motor + caixa de velocidades
– Colocação de nova alcatifa

Um restauro intenso, em números

4 semanas de duração
398,90 horas de Mão de Obra, das quais:
152,50 horas de Mecânica
153,80 horas de Chapa
71,00 horas de Pintura e
21,60 horas de Electricidade
9.800€ de Custo Global do Restauro

peugeot-205-gti_2

peugeot-205-gti_3

peugeot-205-gti_4

peugeot-205-gti_5

NO COMMENTS

Leave a Reply

*