Renault atualiza Fluence

Renault atualiza Fluence

0 382

Novo Renault Fluence 2013

A Renault acaba de fazer uma ligeira atualização no Fluence, herdando a nova identidade visual da Renault na dianteira, que já está presente nas mais recentes propostas da marca – Clio, Captur e ZOE.

As alterações produzidas na dianteira, conferem-lhe uma imagem bastante dinâmica, e até desportiva, sobretudo se equipado com as jantes de 17 polegadas (disponíveis em opção). A nova grelha, com o logotipo de maiores dimensões colocado em posição central sobre um fundo negro, bem como os faróis diurnos de LED enquadrados por cromados, mudam quase radicalmente a imagem do novo Renault Fluence, em relação ao seu antecessor.

Para além das alterações estéticas, esta atualização acrescenta um nível de equipamento reforçado, com destaque para o novíssimo sistema multimédia Renault R-Link, um tablet multimédia integrado e conectado, que que, para além do sistema de navegação Tom Tom, permite ver fotos e vídeos, ouvir música, consultar o email, navegar nas redes sociais, fazer estudos comparativos dos consumos, consultar as previsões meteorológicas, as condições de tráfego em tempo real e muitas outras funções. Tudo isto através de um ecrã tátil de 7 polegadas, com uma ergonomia simples e intuitiva e que até responde aos comandos por voz.
Ainda no que toca a equipamentos, o regulador-limitador de velocidade, os retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente, o travão de parqueamento automático, o sistema de ajuda ao estacionamento traseiro, os sensores de chuva e luminosidade, o ar condicionado automático “bi-zone”, o cartão “mãos-livres” e muitos outros itens integram o equipamento de série.

Novo Renault Fluence 2013

Em termos mecânicos, a gama Fluence passa a oferecer três diferentes motorizações: 1.5 dCi de 90 cavalos (24.500 €), 1.5 dCi de 110 cavalos (disponível desde 27.350 €) e a estreia do novo motor diesel 1.6 dCi de 130 cavalos (29.250 €), e 320 Nm de binário, 80% dele disponível logo a partir das 1500 rpm, permitindo assim recuperações rápidas. Graças às múltiplas inovações tecnológicas, ao consumo de 4,6 l/100 km em ciclo misto e às emissões de apenas 119g de CO2/km, o motor Energy dCi 130 é, claramente, o mais potente e o mais económico da sua categoria.

Uma referência, ainda, para a estreia, no modelo, da caixa de dupla embraiagem EDC (Efficient Dual Clutch). Uma caixa que alia o conforto, o prazer de condução, a economia e o respeito pelo ambiente e que, em relação às tradicionais caixas automáticas, reivindica consumos e emissões significativamente inferiores.

Novo Renault Fluence 2013

Novo Renault Fluence 2013

NO COMMENTS

Leave a Reply

*