Dezembro 15, 2017
Geral

Ford vence “International Engine of the Year” pelo segundo ano

Motor 1.0 EcoBoost

O motor a gasolina 1.0 EcoBoost da Ford, enérgico e ultra-eficiente em termos de consumo de combustível, foi nomeado “International Engine of the Year” 2013, averbando assim esta distinção pelo segundo ano consecutivo.

O 1.0 litros EcoBoost – o qual combina injecção directa de combustível, turbo e abertura de válvulas variável para reduzir o consume de combustível sem sacrificar a potência – recebeu a mais elevada pontuação da história destes prémios. O motor recebeu igualmente o prémio da categoria de “Melhor Motor Abaixo de 1 litro” na gala anual de prémios organizada pela revista ‘Engine Technology International’.

A Ford confirmou também os seus planos de duplicar a produção do motor na sua fábrica de Colónia (Alemanha) para mais de 1.000 motores por dia, a partir de meados de Agosto, de forma a poder responder à sua procura.

“Com uma tecnologia tão madura como a dos motores de combustão interna, é muito raro alcançar um verdadeiro avanço, mas é exactamente aquilo que a equipa alcançou com este motor,” disse Joe Bakaj, vice-presidente motorizações globais da Ford. “Temos de conduzi-lo para acreditar que um pequeno motor de três cilindros pode proporcionar tamanho desempenho e economia de combustível.”

O motor 1.0 EcoBoost está disponível actualmente nos veículos pequenos como o Fiesta e B-MAX, nos compactos como o Focus, C-MAX e Grand C-MAX. A curto prazo irá estar presente em veículos de maior dimensão incluindo o novo Ford Mondeo. Será igualmente uma das opções nos veículos comerciais como a Transit Connect e Transit Courier e nas versões de passageiros Tourneo Connect e Tourneo Courier.

A Ford Europa planeia triplicar a produção anual de veículos equipados com o eficiente motor a gasolina EcoBoost para aproximadamente 480.000 até 2015, comparando com 141.000 em 2011. A companhia projecta que mais de 300.000 desses veículos serão equipados com o motor 1.0 EcoBoost. Na Europa, no primeiro trimestre de 2013, este motor representou 42% de todas as encomendas B-MAX, 30 por cento do Focus e 24 por cento do Fiesta, no conjunto dos 19 mercados europeus tradicionais.

Follow Me:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *