Dezembro 13, 2017
Fórmula 1

Renault revela a sua Power Unit para 2014: Energy F1

renault_power_unit_energy_f1_2

A Renault apresentou no Salão Internacional de Aeronáutica e do Espaço em Paris, a sua nova Power Unit, que equipará alguns monolugares do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2014.

Revelada pela primeira vez em configuração de corrida, esta Power Unit representa um avanço radical na tecnologia de motores de Fórmula 1, com destaque para os revolucionários níveis de consumo obtidos pelo motor turbo de injeção direta, acoplado a inovadores sistemas de recuperação de energia que alimentam dois motores elétricos.

O regulamento para os motores é o maior responsável pela revolução que se avizinha, com a introdução de uma nova geração de Power Units, que combinam um motor turbo V6 1.6 Turbo, com sistemas de recuperação de energia que melhoram radicalmente a eficiência energética, ao recolher a energia libertada pelo escape ou pelos travões. A potência máxima da nova Power Unit será superior à dos motores V8 atualmente utilizados na F1, mas com uma enorme redução dos consumos. Com apenas 100 kg de gasolina permitidos em corrida, os novos motores consumirão 35% menos combustível que os seus antecessores.

renault_power_unit_energy_f1

2014: Quais são as regras?

Motores de combustão, com as seguintes características:

  • Motor V6, 1.6 turbo, de injecção directa.
  • Um único turbo com a possibilidade de ligação a um motor eléctrico.
  • 5 Power Unit por piloto para 2014, e 4 por época para os anos seguintes.

Objectivos ambiciosos de redução dos consumos e na eficiência energética:

  • Quantidade de combustível por corrida limitada a 100 kg (-35% em relação a 2013).
  • Débito máximo de combustível limitado a 100 kg/hora (actualmente ilimitado).
  • São permitidos Sistemas de Recuperação de Energia mais potentes (ERS)
Follow Me:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *