Renault apresenta o protótipo futurista Next Two

Renault apresenta o protótipo futurista Next Two

2 529

renault-next-two

Perda de tempo, fadiga e stress, desperdício de combustível: é esta a imagem do automobilista hoje em dia em vias cada vez mais congestionadas. Então, porque não aceitar que sejamos conduzidos?

Com o protótipo Next Two, a Renault apresenta a sua visão de um automóvel para a próxima década, que associa a delegação da condução no veículo com a completa ligação ao mundo exterior «dando» mais tempo aos automobilistas e melhorando a sua segurança.

Desenvolvido na base do Renault ZOE, o protótipo Next Two está equipado com uma câmara situada ao nível do espelho retrovisor interior, um radar colocado no pára-choques dianteiro e uma cintura de ultra-sons em redor do automóvel que criam uma «bolha de protecção» em torno do automóvel, garantindo a segurança dos ocupantes. Os dados recolhidos por estes sensores são transmitidos a um computador que faz a supervisão dos dados recolhidos, e que por sua vez controla a direcção assistida eléctrica, o motor eléctrico e o sistema de travagem. O mesmo supervisor fornece ao sistema de direção instruções sobre um ângulo a respeitar, com o veículo a dispor ainda de regulador de distância de segurança ou alerta de ultrapassagem de linha de rodagem, entre outros mecanismos.

renault-next-two_2

A condução autónoma está, no entanto, limitada a determinadas condições para que o veículo passe para modo de delegação de condução: o automóvel deve encontrar-se numa estrada "protegida" do tipo via rápida, sem peões ou ciclistas, e em situações de engarrafamento cuja velocidade não excede os 30km/h. A duração da delegação não pode ser inferior a cinco minutos. Se estas condições se verificarem, então o Next Two propõe ao condutor iniciar a delegação de condução podendo o condutor concentrar-se, a partir daí, noutras tarefas.

Este veículo também é capaz de estacionar sozinho ou de ir buscar o seu condutor junto ao escritório ou a casa. Essa função é comandada através de um smartphone com uma aplicação dedicada.

O protótipo (já testado pelo CEO da aliança Renault Nissan) conta ainda com novas tecnologias de conectividade, possibilitando o acesso aos serviços conectados na «cloud» em qualquer altura e em qualquer lugar. De facto, o condutor tem ao seu dispor todo o género de redes disponíveis – 2G, 3G, 4G, WiFi, WiFi Wave, Hotspot e Bluetooth. Graças à plataforma «open source» que utiliza, o Next Two é compatível com os sistemas operativos Android, iOS e Windows 8, que permitem o acesso a serviços como videoconferência, compras online, informações de viagem, telefonar, enviar e-mails, descarregar um vídeo ou ouvir música em streaming…e muito mais, como se estivéssemos em casa ou no escritório. E isto com toda a segurança e uma perfeita continuidade de ligação.

A Renault espera ter o seu primeiro automóvel com tecnologia de condução autónoma no mercado até 2020.

renault-next-two_3

2 COMMENTS

Leave a Reply

*