Dezembro 14, 2017
Geral

Maserati quer limitar produção para manter exclusividade

A Maserati pretende limitar a máxima a 75 mil unidades por ano, com vista a manter um elevado nível de exclusividade. A revelação foi feita pelo responsável pelos mercados fora da Europa. Umberto Maria Cini, referindo que o objectivo é atingir essa marca em 2018.

Da mesma forma que a Ferrari, que limita a produção 7 mil unidades, o grupo Fiat Chrysler acredita que a mesma receita pode ser aplicada à Maserati, que em 2013 vendeu 15.400 unidades mas que espera chegar às 50 mil no próximo ano.

Grande parte deste crescimento deve-se à nova berlina Ghibli e ao crossover Levante previsto para o próximo ano. A gama será reforçada ainda com o Alfieri, um novo desportivo de tração traseira, que deverá ser lançado em 2016. Por fim, a nova geração do GranTurismo chega em 2018, será um modelo totalmente novo, equipado com um motor V8 com 560 cv.

Follow Me:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *