Dezembro 14, 2017
Velocidade

Renault Sport R.S. 01: O novo superdesportivo de competição francês

A Renault reafirma, uma vez mais, a sua paixão pelo desporto automóvel, ao dar vida ao Renault Sport R.S. 01, um espectacular automóvel de competição que concentra o melhor do know-how da Renault Sport : a coque em carbono, traduz-se num peso inferior a 1100 kg; enquanto o motor de mais de 500 cv permite ao carrro ultrapassar os 300km/h.

Através do seu design, profundamente inspirado nos protótipos, e pela procura absoluta do apoio aerodinâmico, o Renault Sport R.S. 01, desde a sua silhueta, até aos mais pequenos detalhes, exprime de forma radical o ADN desportivo da marca francesa.

Tal como todos os modelos Renault desenhados sob a direcção de Laurens van den Acker, o Renault Sport R.S. 01 possui um proeminente losango que se destaca e valoriza a face dianteira. A impressionante largura de 2.000 mm – para 1.116 mm de altura – é reforçada pela assinatura dos faróis diurnos de LED, que se prolongam ao longo das aberturas para arrefecimento dos travões.

O ar, «sugado» no centro da grelha frontal, é canalizado, através do chassis, para os dois radiadores de água e é expelido pelos dois extractores colocados sobre o capô. A depressão criada com este fluxo de ar permite aumentar o apoio do automóvel na dianteira. A imponente lâmina do ‘splitter’ inferior e o fundo plano completam o dispositivo aerodinâmico na dianteira. As duas aletas situadas em cada um dos lados do pára-choques geram vórtices que limitam a turbulência gerada pela rotação das rodas.

O ar «fresco» canalizado pelo ‘splitter’ inferior passa através dos extractores posicionados atrás das rodas dianteiras e segue ao longo das portas, alimentando assim os permutadores de temperatura, o que permite o arrefecimento dos turbocompressores.

renault-sport-rs01-1

Na traseira, para além do aileron regulável, o difusor traseiro «cola» o Renault Sport R.S. 01 à pista, ao evacuar o fluxo de ar que passa sob o fundo plano. Este dispositivo tem a grande vantagem de não provocar arrasto e, por isso mesmo, não penalizar a velocidade máxima. A traseira do Renault Sport R.S. 01, para além do difusor, possui também uma forte identidade que lhe é conferida pela dupla saída de escape e pelos faróis de LED que se prolongam a toda a largura do automóvel.

O desempenho aerodinâmico do Renault Sport R.S. 01 permite-lhe obter performances excepcionais, ultrapassando os modelos da categoria GT3 e aproximando-o de um automóvel do DTM. Os valores de SCz e SCx são similares aos de um Fórmula Renault 3.5. A uma velocidade de 300 km/h, o apoio gerado de 1,7 toneladas é equivalente ao de um monolugar Fórmula Renault 3.5.

O motor escolhido é um V6 biturbo de 3.8 litros colocado em posição central traseira, oriundo do Nissan GT-R, e preparado pela Nismo para obter uma potência superior a 500 cv e um binário máximo de mais de 600 Nm. O motor está ligado a uma caixa de velocidades de 7 relações, colocada longitudinalmente, fornecida pela Sadev, com comandos sequenciais activados por patilhas no volante e geridos por um activador XAP electromagnético. A embraiagem foi desenvolvida especialmente pela ZFRace Engineering, de forma a ter uma duração de vida prolongada.

A coque, em fibra de carbono foi desenvolvida pela Dallara para obter um peso inferior a 1100kg. Na dianteira, a estrutura deformável absorve a energia em caso de choque, ao mesmo tempo que o seu design torna mais eficaz a aerodinâmica do automóvel. Uma ‘crash box’ fixada à caixa de velocidades assegura o mesmo nível de segurança na traseira. Todo o conjunto foi concebido para proporcionar um elevado nível de segurança e respeitar as normas FIA LMP1 2014.

O dispositivo de segurança é complementado com uma coluna de direcção retráctil, uma baquet Sabelt e um arnês de seis pontos compatível com o sistema HANS.

renault-sport-rs01-2

Este novo automóvel de competição da Renault Sport será, já partir de 2015, uma das estrelas dos World Series by Renault e será uma antecâmara para os mais competitivos campeonatos de GT e de resistência.

Depois de ter criado a, reconhecidamente, eficaz fileira de novos talentos para os monolugares, a Renault Sport Technologies vai agora criar, com o campeonato Renault Sport Trophy, uma nova fileira para «alimentar», com novos talentos, campeonatos profissionais como o WEC, o DTM e o campeonato Super GT Japonês.

A época de 2015 será aberta a vinte equipas «pro-am», classificadas segundo as regras do Campeonato do Mundo de Resistência FIA (WEC). Para além dos generosos prémios que recompensarão os melhores pilotos e as melhores equipas em cada corrida e no final da temporada, o Campeão da categoria «Pro» terá direito a um programa completo de teste com a equipa oficial Nismo no campeonato Super GT no Japão. O campeão da categoria «Am» terá, também ele, um prémio bastante interessante, com a garantia de disputar, em 2016, as 24 Horas de Le Mans, num protótipo LMP2.

Follow Me:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *