Os 10 carros de produção mais rápidos do mundo

Os 10 carros de produção mais rápidos do mundo

0 1653

1. Bugatti Veyron -Super-Sport

Bugatti-Veyron-Super-Sport

O Veyron Super Sport resultou dos pedidos dos clientes e, com 431,072 km/h, é o carro de estrada mais rápido do mundo. Os engenheiros da Bugatti criaram um carro com uma potência de 1.200cv e binário de 1500 Nm. No entanto, o Veyron Super Sport de produção tem uma velocidade máxima limitada a 415 km/h.

 

2. Hennessey Venom GT

Hennessey-Venom-GT

O Hennessey Venom GT foi lançado em 2010 e é baseado num Lotus Elise. A produção é limitada a 5 unidades e é alimentada por um motor V8 supercharged de 6.2 litros com uma potência de 725 cv. Em 2013 o carro atingiu uma velocidade máxima testada de 427.7 km/h tornando-o num dos carros mais rápidos do mundo.

 

3. Koenigsegg Agera R

Koenigsegg-Agera-R

No coração do Agera R está um motor 5.0 litros, twin-turbo, de 32 válvulas V8 que produz 1.115 cavalos de potência e 1200 Nm de binário utilizando etanol E85. Com esta configuração o carro é capaz de atingir os 420 km/h segundo a marca, apesar deste valor não ser certificado.

 

4. SSC Ultimate Aero

SSC-Ultimate-Aero

O Ultimate Aero de 2006 bateu o recorde de carro de produção mais rápido do mundo com uma velocidade recorde de 412,28 km/h, que permaneceu imbatível até à chegada do Veyron em 2010. O motor utilizado no supercarro é um V8 de 6.3 litros com uma potência de 1061 cv e 1113 Nm de binário.

 

5. Koenigsegg CCX

Koenigsegg-CCX

O Koenigsegg CCX estreou em 2006 no Salão Automóvel de Genebra e é o antecessor do Agera R. O carro desportivo de motor central é capaz de acelerar até aos 394 km/h, com um motor V8 de 90º com 806 cv. As variantes do CCX, o CCXR e Edition têm uma possível velocidade máxima acima dos 400 km/h, embora nunca tenha sido testada e confirmada.

 

6. Saleen S7 Twin-Turbo

Saleen-S7

Saleen S7 é um supercarro de alto desempenho produzido à mão e o sexto na nossa lista dos carros de produção mais rápidos. O seu motor V8 twin-turbo de 750cv leva o carro a atingir os 399 km/h.

 

7. McLaren F1

McLaren-F1

É tudo super neste carro: a velocidade máxima, a experiência de condução e o design. A velocidade máxima do F1 foi um recorde para um carro de produção quando foi lançado. Com 386,7 km/h, o F1 foi até 2009, o carro de produção mais rápido, apenas ultrapassado por carros com motor turbo. O potente motor levou o McLaren F1 ao primeiro lugar em Le Mans, em 1995.

 

8. Pagani Huayra

Pagani-Huayra

Em 2011 a Pagani revelou um novo modelo, o Huayra. O nome deriva de um antigo deus dos ventos e, como tal, espera-se que o Huayra corte o ar com velocidades acima dos 370 km/h. O supercarro é alimentado por um motor Mercedes-Benz AMG 6.0-litros V12 twin-turbo. O motor tem uma potência de 700 cv e 1000 Nm de binário.

 

9. Noble M600

Noble-M600

Em 2011, a Noble apresentou o seu novo modelo de produção: o M600. O modelo de fibra de carbono da marca britânica de supercarros é alimentado por um motor central V8 de 4.4 litros twin-turbo com 650 cv de potência às 6800 rpm e 820 Nm de binário, às 3800 rpm. O Noble M600 é capaz de atingir uma velocidade máxima de 360 ??km/h.

 

10. Gumpert Apollo

Gumpert-Apollo

O Apollo é um carro desportivo de grande desempenho com marcas impressionantes: 650cv de potência, uma velocidade máxima de 360 km/h de velocidade e demora 3 segundos a atingir os 100 km/h. Para o alcançar está equipado com um motor de oito cilindros, twin-turbo. Tem uma transmissão sequencial de seis velocidades com um sistema de dupla embraiagem.

 

11. Lamborghini Aventador

Lamborghini-Aventador

O Aventador já não entra no top 10 dos carros de produção mais rápidos do mundo, mas também merece destaque. Graças à grande quantidade de fibra de carbono usada, o Aventador pesa apenas 1575 kg. Alimentado por um motor de 12 cilindros com 6.5 litros de cilindrada, com uma potência de 700 cv e binário de 690 Nm, o Aventador é capaz de atingir uma velocidade máxima de 350 km/h e de acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,9 segundos.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*