Os mais belos Ferrari de todos os tempos

Os mais belos Ferrari de todos os tempos

0 1132
Os mais belos Ferrari de todos os tempos
Os mais belos Ferrari de todos os tempos

Ferrari 250 GTO (1962-1964)

Ferrari-250-GTO

Fábricado entre 1962 e 1964 para competir na FIA Grand Touring. Foram fábricadas apenas 39 unidades e por isso hoje é um dos carros mais cobiçados pelos colecionadores. O modelo conta com um motor V12 de 3.0 litros com 300 cavalos de potência e na época os compradores da 250 passavam por uma aprovação de Enzo Ferrari.

 

Ferrari 356 GTB “Daytona” (1968-1974)

Ferrari-356-GTB-Daytona

Este mítico e raro Ferrari não tem “Daytona” no seu nome oficial, mas graças ao triunfo do modelo nas 24 Horas de Daytona, na Flórida, a alcunha foi adotada pelo público. O motor está na parte dianteira do desportivo, um descomunal V12 de 4.4 litros, que desenvolve 352 cv de potência. As iniciais do nome significam Gran Turismo Berlineta. Foram construídos 1.406 exemplares, dos quais 1.284 foram GTB – com carroçaria fechada – e apenas 122 foram descapotáveis GTS (Gran Turismo Spider). O modelo foi produzido de 1968 a 1974, e ficou ainda mais famoso graças à série de TV dos anos 1980 “Miami Vice” – apesar de a unidade conduzida pelo detetive Sonny Crockett no programa ser apenas uma réplica.

 

Ferrari 308 GTS (1975–1988)

Ferrari-308-GTS

Goste ou não, o ágil e encantador Ferrari 308 GTS ficará para sempre associado à série norte-americana "Magnum, PI", da década de 1980, onde aparecia como o carro do protagonista da série. Conta com um motor V8 de 2.9 litros com 255 cavalos de potência (240 cv nas versões destinadas ao mercado norte-americano). O Ferrari 308 GTS foi inteiramente feito de fibra de vidro reforçada o que permitia um peso muito leve de 1.050 kg, mas em junho de 1977 o 308 passou a ser feito de aço, resultando em 150 kg a mais no peso final.

 

Ferrari 288 GTO (1984-1986)

Ferrari-288-GTO

Outro Ferrari homologado para as ruas, o 288 GTO foi criado para competir no Grupo B da FIA, que propunha aos fabricantes a construção de carros de desempenho extremo e mecânica espetacular, para colocar o talento dos pilotos à prova. Este está equipado com um propulsor central V8 De 2.8 litros. O nome do modelo é uma junção dessas características: os dois primeiros números se referem à capacidade cúbica do motor, enquanto o último indica o número de cilindros. Foram fabricadas 272 unidades entre 1984 e 1986. A potência desta máquina com design criado por Pininfarina é descomunal – os dois turbos do motor fazem o conjunto alcançar 400 cv de potência facilmente, atingindo 305 km/h. O Grupo B da FIA foi cancelado por causa de uma imensa quantidade de acidentes fatais com veículos tão potentes, mas o 288 GTO continua inspirando uma legião de fãs.

 

Ferrari F40 (1987-1992)

Ferrari-F40

Este foi o último modelo desenvolvido pelo fundador Enzo Ferrari, que decidiu criar um supercarro que sintetizasse toda a força da marca italiana. O F40 foi fabricado com fibra de carbono, kevlar, nomex e alumínio. Equipado com um motor V8 de 2.9 litros de 478 cv, e como pesava apenas 1.100 kg, conseguia atingir os 325 km/h sem qualquer tipo de assistência eletrônica. Foram produzidos 1.315 exemplares.

 

Ferrari F50 (1995–1997)

Ferrari-F50

O F50 é um dos modelos mais conhecidos da Ferrari ou talvez o mais conhecido, poucas pessoas não conhecem ou nunca viram uma imagem deste modelo. Foi apresentado em 1995 para celebrar o 50 º aniversário da Ferrari, é um descapotável de dois lugares com um hardtop removível, e possui um motor aspirado de 4.7 litros V12 com 60 válvulas. Foram fabricadas apenas 349 unidades.

 

Ferrari Enzo (2002-2004)

Ferrari-Enzo

O modelo que presta homenagem ao fundador da marca é praticamente um carro de Fórmula 1 com dois lugares. Construído inteiramente em fibra de carbono, e utilizando a tecnologia de F1, o superdesportivo possui um motor V12 6.0 litros com 660 cv de potência, e consegue atingir os 360 km/h. Foram feitas apenas 400 unidades deste carro.

 

Ferrari 458 Italia (2009-)

Ferrari-458-Italia

Este modelo representa a modernidade e a beleza estética da Ferrari: ao mesmo tempo que aponta novas tendências, retomando também traços característicos da marca, com a saída de escape tripla do F40. O superdesportivo foi apresentado no Salão de Frankfurt em 2009, possui um motor V8 montado em posição central longitudinal de 4.5 litros com uma potência de 570 cv, e conta com um sistema de transmissão automatizada de dupla embraiagem que utiliza tecnologia oriunda da Fórmula 1. O desenho foi criado pelo estúdio Pininfarina.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*