Ford evolui o design interior recorrendo a ferramentas inovadoras de pesquisa

Ford evolui o design interior recorrendo a ferramentas inovadoras de pesquisa

0 458

A Ford está a trabalhar com novos métodos de investigação e de medição, bem como com ferramentas de elevado cariz tecnológico, para recolher perspectivas em termos de lógica e emocionais dos seus clientes, apreendendo o modo como as pessoas descobrem novos veículos em termos visuais. No conjunto de novas técnicas incluem-se a monitorização do movimento ocular, medições de alcance visual e biometria.

“Os interiores dos veículos tem registado uma das maiores evoluções na história do automóvel dos últimos anos,” afirmou Raj Nair, Vice-Presidente do Grupo, Desenvolvimento Global de Produto, Ford Motor Company. “As nossas pesquisas demonstram que um design interior muito atraente pode cativar novos compradores, mas se esse mesmo projecto não for pensado para acomodar as diferentes necessidades dos clientes, tal pode resultar numa experiência menos satisfatória.”

Os dados recolhidos nas pesquisas experimentais da Ford têm orientado a equipa de design da Ford no processo de moldagem das melhores experiências possíveis para o cliente. Representa toda uma inovação no processo de design, bem como nas ferramentas utilizadas. As pesquisas irão continuar como primordiais no processo, enquanto as respostas dos clientes às cores, materiais e a qualquer outro elemento crítico irão ser avaliadas em clínicas específicas, numa fase posterior do processo.

O design interior do novo Ford GT
A Ford teve uma abordagem semelhante na concepção do interior do novo Ford GT, um superdesportivo de duas portas que serve de montra tecnológica em para a pura performance EcoBoost, em termos aerodinâmicos e na construção em carbono de baixo peso. Primeiro identificaram-se os principais componentes do interior Ford GT, para, em seguida, se avançar com o design, introduzindo-se novos princípios orientadores e inovadoras soluções de design.

Os três principais pilares do design interior do Ford GT são:

  • Clareza de intenções, com destaque para as áreas de funcionalidade 
  • Inovação, definindo-se novas fasquias para os limites da inovação no desenvolvimento de novos designs e continuando a mudar-se o modo como o mundo avança
  • Ligação, estabelecendo laços estreitos com o condutor com recurso a tecnologias mais compactas e intuitivas

Estes fundamentos ganham vida no interior do Ford GT através de soluções de design que comunicam visualmente:

  • Definidas para um objectivo: as tecnologias estão concentradas e organizadas em ilhas bem definidas e com uma lógica de ergonomia. Todas as funções essenciais estão ao alcance do condutor sem que este necessite de mover a posição das suas mãos
  • Simples e de baixo peso: o painel de instrumentos apresenta duas zonas bem demarcadas por uma asa flutuante. Recorre ao denominado espaço negativo ao mesmo tempo que chama a atenção para os detalhes vincados. O resultado final traduz-se numa sensação de amplitude
  • Eficiência percebida: há todo um cuidado equilíbrio entre os materiais macios, nas zonas de contacto, e as tecnologias, com áreas mais duras, dando-se uma precisão detalhada ao longo do painel de instrumentos

NO COMMENTS

Leave a Reply

*