Nissan estabelece marcos históricos no México

Nissan estabelece marcos históricos no México

0 526

Após quase cinco décadas desde o início das operações da Nissan no México, o fabricante de automóveis japonês atingiu um novo marco: produziu o seu 10ºmilionésimo veículo naquele país. Este número representa os esforços conjuntos de três instalações de fabrico estabelecidas no México, que, em conjunto, combinam uma capacidade de produção anual de mais de 880 mil unidades.

A unidade 10.000.000 foi um Nissan Sentra SR ElectricBlue produzido na fábrica de Aguascalientes A1. Esta unidade foi atribuída a um concessionário em Toluca, Estado de México, onde um feliz cliente Nissan irá passar a ser o proprietário deste veículo único.

Durante o ano civil de 2014 a Nissan produziu 805.871 unidades no México, o que representa um aumento anual de 18,47% e também um recorde absoluto, no caminho para o objetivo de produzir um milhão de unidades por ano no México.

A Nissan iniciou a montagem de veículos no México em 1966 quando começou a produzir o Datsun Bluebird na fábrica CIVAC, em Morelos. Esta instalação de fabrico foi a primeira fábrica da empresa a ser construída fora do Japão e celebrou recentemente o seu 49º aniversário.

Em 1982, a Nissan expandiu as suas operações para o centro do país ao abrir a fábrica de motores em Aguascalientes e, 10 anos mais tarde, o complexo de fabrico de automóveis Aguascalientes A1. O primeiro modelo de produção desta fábrica foi uma Nissan Tsubame, que foi exportada para o Japão e, um pouco mais tarde, iniciou-se a produção do Nissan Tsuru para os mercados nacional e de exportação.

Em 2013, a Nissan celebrou a abertura da fábrica Aguascalientes A2, uma referência para a empresa devido às suas várias conquistas, como atingir a sua capacidade máxima apenas 19 semanas após o início das operações, com uma cadência de 613 veículos fabricados diariamente.

A Nissan Mexicana atingiu os seus primeiros cinco milhões de unidades produzidas ao longo de 40 anos de operações (1966-2006); no entanto, foram necessários apenas nove anos para duplicar este número graças à melhoria dos processos de fabrico, ao desenvolvimento e implementação das mais avançadas tecnologias e, ainda mais importante, à paixão e compromisso de mais de 14.500 funcionários.

Com o seu 10º milésimo veículo produzido no México, a Nissan fortalece o seu compromisso de eficiência, qualidade e elevada produtividade, estabelecendo um novo objectivo de produzir 820 mil unidades no ano financeiro de 2015 e de atingir, no futuro próximo, uma capacidade anual de um milhão de unidades.

Seis anos consecutivos de liderança no México

A Nissan acaba de fechar o mês de Maio de 2015 com vendas de 26.545 veículos e uma quota de mercado de 26 por cento. Estes números posicionam a marca mais uma vez como a líder de vendas no país, mas além disso, representam a conquista de um marco histórico: o sexto aniversário consecutivo – ou seja, 72 meses – da Nissan como número um de vendas na indústria automóvel no México.

Nos últimos 72 meses de liderança ininterrupta, o fabricante japonês demonstrou uma taxa de crescimento constante e consolidou a sua posição como a marca preferida no México. Por trás deste crescimento contínuo estão uma sólida rede de concessionários, uma estratégia dinâmica de vendas, uma gama de produtos muito abrangente, uma grande compreensão das necessidades do mercado, uma oferta de financiamento competitivo e um foco claro na satisfação do cliente.

"Para a Nissan, os clientes são os nossos embaixadores mais importantes. É por isso que temos chamado este de "O Ano do Cliente" e todas as nossas estratégias estão focadas no desenvolvimento de relações de longo prazo. Queremos ter não apenas os clientes satisfeitos, mas além disso clientes apaixonados pelos nossos automóveis, que sintam a marca como uma experiência geral", disse Airton Cousseau, presidente e CEO da Nissan México. "Este ano continuamos uma forte ofensiva de produto adicionando ao renovado portfólio Nissan a nova NP300 Frontier, um modelo que rapidamente se tornou líder do seu segmento. E esperamos obter os mesmos resultados para o novo Maxima 2016".

NO COMMENTS

Leave a Reply

*