8 Formas de Poupar no Combustível

8 Formas de Poupar no Combustível

0 1116

As mais recentes notícias não são animadoras para quem costuma andar de carro. Porquê? O Governo, pela voz do ministro das Finanças Mário Centeno na apresentação do esboço de Orçamento do Estado para 2016, revelou que vai rever o imposto sobre os produtos petrolíferos (ISP), que terá como consequência um aumento do preço da gasolina de 5 cêntimos por litro e do gasóleo em 4. O imposto de selo e sobre o tabaco também vão aumentar.

Ora, na prática, para o consumidor a medida significa que o benefício que teria com a queda do preço do petróleo e dos produtos refinados acabará por ser absorvido pela subida do ISP, colocando Portugal na lista dos países europeus com maior carga fiscal nos combustíveis. Atualmente, o ISP da gasolina é de 62,1 cêntimos por litro, enquanto o do gasóleo é de 40,6.

Impostos constituem a maior parte preço

Atualmente, o valor das matérias-primas pesam apenas 20% a 25% do preço final da gasolina e do gasóleo, uma vez que a restante parte é formada pelos ISP e IVA, custo de incorporação de biocombustíveis e outros custos fixos relacionados com logística e comercialização dos combustíveis.

Se por acaso as novas taxas entrassem agora em vigor, o custo médio da gasolina passaria de 1,333 para 1,383 euros por litro e só o ISP passaria a representar 48,5% do preço pago na bomba pelo consumidor final. Quanto ao gasóleo, cada litro abastecido passaria de 1,055 para 1,095 euros, com o ISP a pesar quase 41%. A acrescentar está ainda, em termos de carga fiscal, o IVA.

Poupar no combustível: 8 dicas que podem ajudar

Tendo isto em conta, facilmente se percebe que é cada vez mais importante seguir algumas dicas a ter em conta na altura de abastecer o depósito. Mas será que as conhece todas?

Tomar a decisão certa na hora de abastecer pode significar mais uns euros na carteira, mas existem outras formas de conseguir poupar no combustível, como conduzir com moderação e evitar utilizar o ar condicionado, para não ter de contar tostões cada vez que vai a uma bomba gasolineira. Conheça então oito formas de poupar no combustível.

Abastecer no posto mais barato

Encontrar o combustível mais barato é algo que muitos portugueses encontraram para contornar as subidas sucessivas dos preços que se verificaram ao longo dos anos. Neste contexto, uma ferramenta útil que pode ajudá-lo a poupar ainda uns euros valentes é o portal Preços dos Combustíveis Online, da Direção Geral de Energia e Geologia. No site pode encontrar o posto mais perto e barato da zona onde se encontra, constituindo uma boa ajuda para conseguir diminuir os gastos com combustível.

Evitar o ar condicionado

Este pode ser um grande aliado nos dias de muito calor ou frio, mas simultaneamente pode ser o responsável pelo aumento do consumo da viatura. Tente reduzir ao máximo a sua utilização: se estiver muito frio, tente agasalhar-se mais; nos dias de calor, opte por abrir os vidros. Para o caso de não aguentar, lembre-se que o A/C consome menos em longas viagens e mais em alturas de muito trânsito.

Fazer manutenções regulares ao automóvel

Apesar de não ser aplicável para todos os bolsos – nem todos podem levar o carro ao mecânico de seis em seis meses – pode ajudar a diminuir os gastos, contribuindo não só para aumentar a vida útil do carro, como contribuir para a poupança de combustível. Manter o nível de óleo aconselhável, substituí-lo quando necessário e verificar se o motor – e componentes – tem problemas são algumas as precauções que deve tomar.

Evitar viajar com o carro demasiado pesado

Esta é bastante simples: se andar com uma mochila com 5 Kg, vai cansar-se mais depressa e consumir mais energia, precisando de repor esses níveis. O mesmo se passa com os automóveis. Se viajar com uma carga demasiado elevada, pode ser um indicador de que a viatura vai consumir mais combustível do que o habitual.

Tirar o pé do acelerador

Se é dos que pensam que acabou de sair de um filme da “Velocidade Furiosa”, o melhor é ficar a saber que este é outro fator que aumenta o consumo de combustível. Aliás, esta dica até pode ser dois em um: para além de evitar acidentes, ao moderar a velocidade também está a optar por uma condução mais económica.

Planear as viagens com antecedência

Costuma utilizar o GPS? A sugestão aponta para a resposta afirmativa, uma vez que, se verificar caminhos alternativos para chegar ao seu destino, optando por ruas com menos trânsito e/ou mais diretas, está a evitar o temível para/arranca das horas de ponta e a consumir menos. Deste modo, planear com antecedência a viagem pode igualmente ajudar na poupança com o estacionamento (veja aqui mais algumas dicas exclusivas), acabando por poupar tempo e dinheiro.

Aproveitar os cartões de descontos em combustível

Inserem-se nesta categoria alguns tipos de cartões: os de supermercado, os associados a bancos e a clubes, etc. Por exemplo, se vai mais vezes ao Continente, utilize o desconto oferecido na Galp e aproveite para fazer crescer o saldo do cartão. Por outro lado, se o seu lugar de eleição é o Pingo Doce, aproveite o saldo acumulado para diminuir o valor a pagar na BP.

No caso dos cartões associados a bancos, pode tirar proveito do Caixa Drive e do Montepio Repsol. Ambos podem ser utilizados em estações de serviço da Repsol e oferecem descontos em combustível.

Da mesma maneira, se for sócio do Automóvel Clube de Portugal (ACP) pode usufruir de descontos nas estações de serviço BP nos dias 9, 19 e 29 de cada mês.

Procurar alternativas

Apesar de ser a última, esta dica não é de todo a menos importante. Aliás, é capaz de ser mesmo a mais eficaz: deixar o carro em casa. Na maior parte dos casos, compensa procurar alternativas à utilização do carro, como é o caso dos transportes públicos, bicicleta ou mesmo até ir a pé, se exequível.

Outras opções a ponderar podem passar por serviços de boleias disponíveis em sites de carpooling, como é o caso do Bla Bla Car. Fica a sugestão.

Este artigo foi produzido pela equipa do ComparaJá.pt, a mais recente plataforma online de agregação e comparação de produtos financeiros em Portugal, como cartões de crédito e crédito pessoal.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*