Renault Kangoo Z.E.: A caminho do carregamento sem contacto para os veículos...

Renault Kangoo Z.E.: A caminho do carregamento sem contacto para os veículos elétricos?

0 354

A Renault associou-se à Qualcomm Technologies e à Vedecom num projeto de carregamento dinâmico de veículos elétricos, que permite carregar 20 kW a uma velocidade de 100 km/h.

A Renault apresenta um sistema de carregamento dinâmico para veículos elétricos que permite carregar a bateria em andamento. Em conjunto com a Qualcomm Technologies e a Vedecom, a Renault participou na conceção de um sistema capaz de carregar 20 kW a velocidades que podem ir até aos 100 km/h.

A demonstração dinâmica de carregamento teve lugar numa pista de ensaios com um comprimento de 100 metros, construída pela Vedecom em Satory, Versailles, perto de Paris, no quadro do projeto FABRIC.

O projeto FABRIC – que teve início em janeiro de 2014 e terminará em dezembro de 2017 – é organizado por um consórcio de 25 parceiros, de nove países Europeus, onde se incluem construtores de automóveis, fornecedores de equipamentos, fornecedores de serviços e organismos de pesquisa sobre as infraestruturas automóveis, estradas e energia. Um projeto que tem como principal objetivo proceder à análise da fiabilidade do carregamento dinâmico de veículos elétricos como meio para aumentar a difusão destes veículos.

«Os nossos engenheiros trabalharam em estreita colaboração com as equipas da Qualcomm Technologies e da Vedecom para realizar esta demonstração da integração do sistema de carregamento dinâmico de veículos elétricos no quadro do projeto FABRIC. Nós vemos o carregamento dinâmico como uma das soluções para melhorar e facilitar a utilização dos veículos elétricos,» afirma Eric Feunteun, Diretor do Programa de Veículos Elétricos do Grupo Renault.

«Nós somos inventores e por isso queremos carregar os veículos elétricos sem necessitar de fios. Esta demonstração de carregamento dinâmico é a incarnação desta ideia», explica Steve Pazol, Vice-Presidente e Diretor-Geral da Wireless Charging, Qualcomm Incorporated.

NO COMMENTS

Leave a Reply

*