Concept Cars Notícias

Renault EZ-ULTIMO: um robô-veículo

Estamos a entrar numa nova era da indústria automóvel. Uma era onde se entrecruzam importantes tendências, como a mobilidade, a conectividade e os novos serviços, com a Renault a encarar o futuro com entusiasmo: a nossa visão do design é o centro da nossa abordagem, que consiste em facilitar a vida dos nossos clientes, quer se trate de um veículo particular, de um comercial ligeiro ou de um futuro robô-veículo, acreditamos que o futuro será elétrico, conectado, autónomo e cada vez mais partilhado.

Com o EZ-ULTIMO, a Renault completa a sua trilogia 2018 com protótipos de robôs-veículos que exploram a mobilidade partilhada de amanhã. Uma solução de mobilidade premium que oferece, a todos, o prazer de se deixarem transportar no âmbito de uma experiência única e excecional. Uma experiência em que a viagem assume uma dimensão absolutamente inédita.

Em 2018, o Grupo concentrou a atenção no futuro da mobilidade partilhada – é o primeiro construtor automóvel a propor uma família completa e complementar de robôs-veículos. Depois do Renault EZ-GO e do Renault EZ-PRO, o Renault EZ-ULTIMO completa esta trilogia. Uma trilogia que ilustra uma visão de conjunto, com uma abordagem funcional, mas também muito emocional, orientada pelo design emblemático e pela visão de interior inspirada no mundo da habitação.

Apesar de toda esta diversidade, estes três protótipos oferecem experiências de mobilidade acessíveis pensadas e que abrangem diversas utilizações:

  • A mobilidade urbana partilhada no quotidiano, com o EZ-GO
  • A distribuição do último quilómetro, com o EZ-PRO
  • A experiência de uma mobilidade premium, com o EZ-ULTIMO

 

Um serviço premium acessível a todos

O Renault EZ-ULTIMO é um «robô-veículo» autónomo, conectado e totalmente elétrico, que foi pensado para ser proposto, tanto como um serviço para um determinado trajeto ou um circuito, como para um aluguer ao dia. Os utilizadores terão à sua disposição várias formas de acesso.

  • Este serviço poderá ser proposto por empresas especializadas, como hotéis de luxo ou companhias aéreas, para ampliar um serviço premium já existente, de forma a oferecer aos clientes uma experiência de viagem inesquecível e totalmente exclusiva.

15Tecnologia autónoma de nível 4

O Renault EZ-ULTIMO é um robô-veículo – por conseguinte, sem posto de condução – dotado de uma capacidade de condução autónoma de nível 4, dos cinco definidos pela SAE International*. Ou seja, consegue gerir a distância que o separa do veículo que circula à sua frente, manter-se na respetiva via, mudar de via (para ultrapassar, por exemplo) e virar num cruzamento. Está igualmente apto a colocar-se em modo de segurança, pelos próprios meios, ou graças à conectividade, através de um centro de supervisão, se ocorrer um incidente excecional no seu espaço de interação.

Graças à tecnologia autónoma de nível 4, o EZ-ULTIMO é capaz de circular tão bem na cidade como em ambiente extraurbano. Para isso, são necessárias duas condições principais:

  • A zona de circulação deve estar claramente definida e cartografada em alta definição, para que o veículo disponha de informações totalmente fiáveis sobre a posição exata na estrada.
  • O veículo deve estar conectado às infraestruturas rodoviárias (semáforos, cruzamentos, eventuais portagens, etc.) para que o respetivo sistema autónomo possa antecipar os eventuais pontos problemáticos ou obstáculos temporários existentes no percurso.

Qualquer que seja o meio envolvente, estão sempre ativos os mesmos sensores: radares, lidars, câmaras, ultrassons. São as definições dos softwares que tratam e analisam os dados recolhidos pelos sensores, que diferem consoante o veículo circule na cidade ou em zona extraurbana. Estas definições mudam, automaticamente, quando o veículo deteta um novo meio envolvente.

 

Follow Me:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.