Timber by EMSIEN-3 LTD
Salão Automóvel de Genebra

Primeiro SUV da Casa do Tridente protagoniza a sua muito aguardada ante-estreia mundial no próximo Salão Internacional do Automóvel de Genebra.

Modena, 19 de Fevereiro de 2016 – A Maserati revela em ante-estreia a aparência exterior do Levante, o primeiro SUV em mais de cem anos de história da Casa do Tridente: o novo modelo completa a sua atual gama de berlinas e desportivos, ampliando a oferta da marca em conjunto com o Quattroporte, o Ghibli, o GranTurismo e o GranCabrio.

O design do Levante é de imediato identificável como uma criação da marca Maserati, e o seu inequívoco caráter italiano: a secção dianteira agressiva introduz novos faróis de formato afilado, compostos por dois elementos, com o grupo ótico superior ligado à grelha frontal. A assinatura visual da Maserati está também bem visível na lateral: três emblemáticas entradas de ar nos guarda-lamas dianteiros, pilar C trapezoidal com o logo “Saetta” e amplas janelas das portas desprovidas de moldura. A traseira é dominada pelo óculo traseiro de acentuada inclinação e formas dinâmicas, elementos típicos dos automóveis desportivos de altas prestações.

No plano técnico, o chassi do Levante foi concebido para conjugar um excecional desempenho em asfalto, caraterístico de todos os Maserati, com uma dinâmica sem rival mesmo sobre superfícies de baixa aderência, e com extraordinários níveis de prestações, eficácia e conforto no fora de estrada. Trunfo impressionante do novo SUV da Maserati diz respeito ao elementos oferecidos de série em todas as suas versões: sofisticadas suspensões eletrónicas de amortecimento pilotado com molas pneumáticas ajustáveis em diferentes níveis; sistema de tração integral inteligente Q4; e caixa automática de 8 velocidades especificamente desenvolvida e calibrada para o novo SUV do Tridente.

Em termos de motorizações, o Levante é animado por motores a gasolina e Diesel, todos respeitando já a norma Euro6.

O Maserati Levante é produzido na fábrica de Mirafiori, em Turim; as primeiras unidades sairam já da linha de montagem e o lançamento comercial no mercado está agendado para a próxima Primavera na Europa, a que se seguirão os restantes mercados mundiais.

4

18-INCH MAGNY-COURS WHEEL RIMS

Em estreia mundial, o Novo Mégane Sport Tourer é revelado, no Salão de Genebra, através da versão GT.

O ADN desportivo do Novo MEGANE Sport Tourer GT está presente no design e na condução, graças ao sistema 4CONTROL, que é também uma novidade mundial numa carrinha do segmento C.

Entre outras caraterísticas, destaque para o espaço, modularidade, conforto para cinco passageiros e a grande capacidade para bagagem.

No Salão de Genebra de 2016, a Renault apresenta o Novo Mégane Sport Tourer, na sua versão GT. Elegante e desportiva, a nova break é, também, modular, com destaque para a bagageira facilmente configurável, que proporciona um comprimento de carga líder do segmento.

O design do Novo MEGANE Sport Tourer alia o dinamismo à elegância. As linhas são realçadas pelas molduras cromadas dos vidros laterais. A linha do tejadilho é sublinhada pelas barras em alumínio anodizado (cor Dark Metal na versão GT). A exemplo da berlina, o Novo MEGANE Sport Tourer apresenta a distintiva assinatura luminosa dianteira, em forma de C.

A versão GT herda os genes da Renault Sport: um pára-choques dianteiro desenhado de acordo com o carácter desportivo e uma grelha dianteira específica com design em «ninho de abelha». Na traseira, o Novo MEGANE Sport Tourer GT tem uma saída de escape cromada e um difusor, que realçam o seu carácter dinâmico.

O Novo MEGANE Sport Tourer GT é, igualmente, a primeira break do segmento C a dispor da tecnologia 4CONTROL, que lhe confere um dinamismo e uma precisão de condução sem rival em estradas sinuosas, mas também uma agilidade e uma manobrabilidade em meio urbano excecionais para uma break.

18-INCH MAGNY-COURS WHEEL RIMS
18-INCH MAGNY-COURS WHEEL RIMS

ON LOCATION

Depois da criação na Europa, em 1996, do conceito de monovolume compacto, e depois de três gerações do SCENIC em que se venderam quase 5 milhões de unidades, a Renault prepara o lançamento do Novo SCENIC e faz a pré-revelação alguns dias antes do Salão de Genebra.

O Novo SCENIC rompe com os códigos tradicionais e redefine o conceito de monovolume.

No dia 1 de Março, no Salão de Genebra, Carlos Ghosn Presidente Director-Geral du Grupo Renault e Laurens van den Acker, Director do Design, revelarão o Novo SCENIC.

Dinamizar o conceito do monovolume

O objetivo, com a 4ª geração, é o de propor uma nova interpretação do monovolume compacto. Pela primeira vez no Scénic, o para brisas tríptico, tal como no Novo Espace, oferece uma visão panorâmica e melhora a visibilidade lateral. Vários outros elementos de estilo contribuem para o dinamismo que transparece no Novo SCENIC: face ao Scénic 3, a altura ao solo é mais elevada, as rodas estão colocadas nos 4 cantos da carroçaria e as vias dianteiras e traseiras foram alargadas.

O dinamismo é também acentuado pelo trabalho de estilo realizado na silhueta.
O Novo SCENIC dispõe também da distinta assinatura luminosa com os faróis em forma de C equipados, em algumas versões, com a tecnologia LED Pure Vision.

O Novo Scénic será revelado, no próximo dia 1 de Março no Salão de Genebra.

20-INCH QUARTZ WHEEL RIM

A BMW vai apresentar no Salão Automóvel de Frankfurt, o primeiro Série 3 híbrido de ligar à tomada.

Chama-se 330e plug-in hybrid e está equipado com um motor 2.0 litros a gasolina com 184 cv, associado a um bloco elétrico com 88 cv, colocado no eixo traseiro. A potência total combinada deste conjunto híbrido é de 252 cv e 420 Nm de binário, garantindo à berlina alemã uma aceleração de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos, e uma velocidade máxima de 225 km/h. O consumo anunciado oscila entre 1,9 e 2,1 l/100 km e as emissões de CO2 entre 44 e 49 g/km, dependendo da transmissão usada.

Em modo totalmente elétrico, o 330e pode atingir 120 km/h de velocidade máxima, e tem autonomia até 40 km. Ao todo, combinando o depósito de combustível e uma carga de energia, tem autonomia para até 600 km.

bmw-serie-3_330e-plug-in-hybrid-2bmw-serie-3_330e-plug-in-hybrid-3bmw-serie-3_330e-plug-in-hybrid-4bmw-serie-3_330e-plug-in-hybrid-5bmw-serie-3_330e-plug-in-hybrid-6

Nissan Sway antecipa novo Micra

A Nissan apresentou no Salão Automóvel de Genebra, o Sway, protótipo que antecipa as futuras propostas da marca nipónica para o segmento dos utilitários, incorporando a mesma identidade estilística do Qashqai e do Juke.

Apontado como o modelo que poderá a próxima geração do Micra, o Sway carateriza-se pelos faróis traseiros em formato de boomerang, dupla ponteira de escape de formato trapezoidal, encaixada no para-choques. Na frente, possui uma grelha em forma de V que envolve e destaca o símbolo do emblema nipónico ao centro, ladeada por faróis afilados e luzes diurnas LED também em forma de boomerang. As linhas ousadas e musculadas deste concept são sublinhadas pelos arcos das rodas pronunciados e uma linha de cintura ascendente.

A Nissan anunciou que o “Sway é um vislumbre de como a futura geração de citadinos da Nissan poderia ser se o arrebatante novo design da marca fosse aplicado nos utilitários europeus.” O anterior CEO da Nissan, Andy Palmer, já tinha referido que o Micra não iria regressar às formas arredondadas da terceira geração e a evolução que o modelo vai receber é tal que a marca está mesmo a considerar abandonar o nome Micra. Não é por acaso que o protótipo se chama Sway.

O novo Nissan Micra será produzido na fábrica da Renault em Flins, França, a partir do próximo ano.

Nissan-Sway-2Nissan-Sway-3Nissan-Sway-4Nissan-Sway-5Nissan-Sway-6Nissan-Sway-7

A Koenigsegg  apresentou no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, o Regera, um “megacarro” híbrido com mais de 1500 cavalos de potência e mais de 2000 Nm de binário máximo.

Descrito pela marca sueca como o derradeiro “megacarro”, o Regera, cujo nome em sueco significa “reinar”, apresenta-se como uma combinação de potência, dinâmica e luxo”.

Está equipado com um motor V8 de 5.0 litros biturbo com 1100 cavalos 1250 Nm auxiliado por três motores eléctricos, responsáveis por 700 cavalos e 900 Nm adicionais, debitando no total mais de 1500 cavalos. Os motores elétricos, dois dos quais localizados nas rodas e o outro ligado ao sistema Direct Drive System – que substitui a transmissão -, são alimentados por um sistema de baterias de 9,27 kWh.

Com 1420 kg de peso, o Regera é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos e alcançar 400 km/h em 20 segundos. A velocidade máxima não foi revelada.

A produção do Koenigsegg Regera está limitada a 80 unidades, sendo o preço de cada uma de 1,7 milhões de euros.

Galeria de fotos Koenigsegg Regera: Salão de Genebra 2015

koenigsegg-regera-2koenigsegg-regera-3koenigsegg-regera-4koenigsegg-regera-5koenigsegg-regera-6koenigsegg-regera-7

A Honda promoveu a apresentação do novo Civic Type R no Salão Automóvel de Genebra, a decorrer na Suíça , anunciando ter completado uma volta no emblemático circuito de Nürburgring, com 20,8 km, em 7 minutos e 50,63 segundos com uma versão de desenvolvimento do desportivo nipónico, equipada com um motor de afinações standard e suspensões, transmissão, escape, travões e aerodinâmica da carroçaria idênticos aos que agora equipam o Civic Type R de produção. Esta marca foi alcançada durante a fase final dos testes de pré-produção realizados em Maio do ano passado, e é uma novidade no sector de veículos hatchback e tracção dianteira.

Durante o ciclo de testes, o carro estava equipado com jantes de liga leve de 19 polegadas, já com especificação de produção, "calçadas" com pneus de estrada (e não de competição) com as dimensões 235/35R19.

Este ano, a Honda vai regressar ao circuito germânico, com um Civic Type-R de produção, totalmente standard, com o objectivo de estabelecer um novo recorde por volta para um veículo de produção de tracção dianteira.

O novo Civic Type R está equipado com um motor a gasolina, 2.0 VTEC Turbo, capaz debitar 310 cv e 400 Nm de binário máximo, associado a uma caixa manual de seis velocidades, conseguindo acelerar de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e alcançar 270 km/h de velocidade máxima.

A comercialização do desportivo nipónico no mercado europeu arranca no próximo Verão.

Veja o vídeo:

Galeria de fotos Honda Civic Type-R: Salão de Genebra 2015

honda_civic_type-r_2honda_civic_type-r_3honda_civic_type-r_4honda_civic_type-r_5honda_civic_type-r_6honda_civic_type-r_7honda_civic_type-r_8honda_civic_type-r_9

Ford GT apresentado em Genebra

O novo Ford GT foi a principal estrela do stand da marca norte-americana, no Salão Automóvel de Genebra, na Suíça.

De acordo com o construtor, nova geração do superdesportivo será um dos modelos mais exclusivos da história da Ford, utilizando uma carroçaria aerodinâmica em fibra de carbono e um motor de elevada eficiência com tecnologia EcoBoost, além de oferecer uma das melhores relações peso-potência de um modelo de produção em série.

Com lançamento confirmado para 2016, o novo Ford GT terá uma produção limitada a 250 unidades por ano, contará com tração traseira e com um evoluído motor V6 3.5 Ecoboost bi-turbo, a gasolina, com mais de 600 cavalos de potência.

A performance e a segurança do Ford GT foram otimizadas com recurso a avançados materiais compósitos, ultraleves, incluindo a célula dos passageiros em fibra de carbono e painéis da carroçaria, e alumínio nos subchassis dianteiro e traseiro. Destaque ainda para o spoiler ativo que se ajusta automaticamente consoante as condições da estrada. O chassis ostenta uma barra de torsão activa, desportiva, e suspensões do tipo pushrod, ajustáveis em altura, bem como discos de travões de carbono e cerâmica.

Na conferência de imprensa de apresentação do do superdesportivo, o responsável de desenvolvimento de produto da Ford, Raj Nair, adiantou que “em termos de preço, estará alinhado com modelos como o Lamborghini Aventador”, o que se deverá traduzir em cerca de 400 mil euros por exemplar no mercado nacional.

ford-gt-geneva_2ford-gt-geneva_3ford-gt-geneva_4ford-gt-geneva_5ford-gt-geneva_6ford-gt-geneva_7ford-gt-geneva_8

ARTIGOS ALEATORIOS

0 444
A Renault associou-se à Qualcomm Technologies e à Vedecom num projeto de carregamento dinâmico de veículos elétricos, que permite carregar 20 kW a uma...