Timber by EMSIEN-3 LTD
Tags Posts tagged with "peugeot"

peugeot

1 2073

A Peugeot confirmou o lançamento do desportivo 308 GTi.

Com o objectivo de se bater com modelos como o Volkswagen Golf GTi, Renault Mégane RS e Seat Leon Cupra, a versão mais apimentada do hatchback francês está equipada com um motor 1.6 THP turbo a gasolina de quatro cilindros com versões de 250 e 270 cv, ambas com um binário máximo de 330 Nm enviado para o eixo dianteiro através de uma caixa manual de seis velocidades.

A versão de 250 cv anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,2 segundos (a versão com 270 cv é 0,2 segundos mais rápida). Os consumos anunciados são de 6 l/100 km e 139 g/km de emissões de CO2.

Por fora, o 308 GTi distingue-se pelo difusor traseiro e ponteiras de escape em preto brilhante, entradas de ar maiores, saias laterais prolongadas e grelha dianteira em preto brilhante. Está disponível em seis cores: vermelho Ultimate, azul Magnetic, preto Perla Nera, cinzento Artense, branco Nacré, e cinzento opaco Hurricane. Exclusivo para o 308 GTi 270 é a versão Coupe Franche, que associa uma pintura vermelha Ultimate e preto Perla Negra. As jantes são de 18 polegadas na versão de 250 cv, e 19 polegadas na versão mais potente. Além disso, beneficia de discos dos travões maiores, de 380 mm à frente e 268 mm atrás, com pinças vermelhas.

No interior, a Peugeot acrescentou pespontos vermelhos no couro preto nos painéis das portas, e a assinatura GTi no painel de instrumentos, tapetes, soleiras das portas e punho da caixa de velocidades. A versão 308 GTi 270 tem bacquets em pele e alcantara.

Destaque ainda para o Driver Sport Pack. Acionando o botão Sport na consola central, o 308 GTi muda as luzes dos mostradores de branco para vermelho, mostra informações complementares na matriz central (potência, binário, pressão de sobrealimentação, acelerações laterais e longitudinais), reforça a presença sonora do motor e altera a cartografia do pedal do acelerador.

A chegado ao mercado português, do Peugeot 308 GTi está marcada para o final do ano.

peugeot-308-gti-2peugeot-308-gti-3peugeot-308-gti-4peugeot-308-gti-5peugeot-308-gti-6peugeot-308-gti-7peugeot-308-gti-8peugeot-308-gti-9peugeot-308-gti-10

0 597

O piloto português Diogo Gogo apresenta-se como uma das mais recentes esperanças nacionais dos ralis, estando, presentemente, a desenvolver a sua carreira a nível internacional aos comandos de um 208 R2, beneficiando do estatuto de piloto oficial da Peugeot Rally Academy, no Campeonato Europeu de Ralis (ERC Junior). O primeiro piloto luso integrado na estrutura oficial da marca francesa, acaba de ser eleito Embaixador da marca Peugeot em Portugal.

Algarvio nascido em São Brás de Alportel, há 23 anos, Diogo Gago conta com um palmarés de 13 anos bastante diversificado em termos de categorias e viaturas conduzidas, tendo acumulado um conjunto de resultados que chamou a atenção dos responsáveis da Peugeot Sport, que o convidaram a integrar as suas fileiras, no âmbito da descoberta de novos valores que é apanágio da marca francesa.

Na base da crescente experiência ao nível dos ralis, nacionais e com algumas incursões em variados troféus além-fronteiras, o novo Embaixador da Peugeot tem conduzido diferentes viaturas, muitas delas do Grupo PSA. Em 2012, aos comandos de um Peugeot 206 GTi, conquistou o Desafio Modelstand e a Categoria 1 do Open Portugal de Ralis, sendo o melhor entre os carros de duas rodas motrizes (2RM).

Em 2013 fez a sua estreia internacional nas fileiras do troféu Peugeot 208 Rally Cup, vulgo «Volant Peugeot», onde o piloto algarvio deu nas vistas, adaptando-se bem a uma realidade desportiva muito diferente da que estava habituado em solo nacional e, também, a um carro competitivo e exigente, como o Peugeot 208 R2. Algumas boas exibições ao longo do ano culminaram com o seu primeiro pódio, no Rali Condroz, a prova de encerramento da época. Em Portugal, o Peugeot 208 R2 contribuiu também para que conquistasse o 3º lugar no nacional 2L/2WD (motor até 2.0 litros e duas rodas motrizes).
2014 foi o seu ano mais internacional e, também, o de maior sucesso fora de portas. Sagrou-se o vencedor da categoria Júnior do «Volant Peugeot», concluindo a época no 4º lugar na geral do «Volant Peugeot», com dois segundos lugares como resultados mais expressivos, e sendo considerado, em alguns meios, a revelação do ano. Uma performance que lhe valeu um prémio adicional, ao ser nomeado pela Peugeot Sport para disputar, em 2015, algumas provas do Europeu de Ralis (ERC) aos comandos de um 208 R2 oficial. É assim o primeiro piloto português integrado na estrutura oficial da marca francesa.

A sua primeira prova em 2015 como piloto oficial da Peugeot Rally Academy foi o Rali Liepäja (Letónia), naquela que foi a sua primeira participação num rali em neve, tendo alcançado o 7º lugar do campeonato ERC Junior e o 10º posto da categoria ERC3. Duas semanas depois, nova experiência e outra estreia absoluta no Circuito da Irlanda. Num feudo habitual dos pilotos locais, mas sem se intimidar num terreno difícil e enlameado, Gago obteve um 4º lugar em ambas as categorias, Juniores e ERC3.

A próxima prova do Embaixador Peugeot será o SATA Rallye Açores, onde, frente ao público português, Gago pretende conquistar a sua primeira vitória absoluta na competição.

Acrescente-se que, em 2015, Diogo Gago conta com o apoio da Peugeot Portugal, que tem no dinamismo do desporto e da competição automóvel um pilar fundamental da sua existência. Doravante, o piloto passa, assim, a integrar o lote de Embaixadores da Marca, juntamente com os pilotos Bruno Magalhães, Renato Pita, e o Chef Chakal.

A Peugeot vai apresentar no Salão Automóvel de Xangai , na China, o protótipo 308 R Hybrid.

Desenvolvido pela Peugeot Sport, este híbrido de tração integral debita 500 cavalos de potência e 730Nm de binário máximo, conjugando um motor 1.6 THP a gasolina de quatro cilindros com 270 cv e dois motores elétricos, um em cada eixo, com 115 cavalos cada. A caixa automática de seis velocidades (com patilhas no volante) é responsável pelo movimento das rodas da frente, e os motores elétricos movimentam as rodas traseiras. Este conjunto permite ao 308 R Hybrid acelerar de 0 a 100 km/h em 4 segundos e cumprir um quilómetro em 22 segundos, além de permitir atingir uma velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h. As emissões de CO2 anunciadas pela marca francesa são de 70 g/km.

Conta com quatro modos de condução: o “Hot Lap” explora o total das potencialidades do veículo; o modo “Track” permite uma entrega de 400 cv e 530 Nm, principalmente oriundos do motor a combustão; o modo “Road” tem 300 cv e 400 Nm, tendo sido pensado para o uso em estrada, com o motor a gasolina na potência máxima e o elétrico traseiro a ajudar nas acelerações; e finalmente o modo “ZEV” dá prioridade ao uso do bloco elétrico traseiro, sendo o dianteiro solicitado consoante a pressão aplicada no pedal do acelerador.

peugeot-308-r-hybrid-2

Em termos estéticos, o Peugeot 308 R Hybrid distingue-se por detalhes como a entrada de ar de maiores dimensões, integrando indicadores de mudança de direção em LED, a nova grelha com padrão axadrezado e pelo esquema de duas cores – azul e preto mate – da carroçaria. Na traseira, destacam-se as formas do para-choques, com a inscrição Peugeot na parte inferior e duas entradas de ar que ajudam a manter a temperatura da bateria, contando ainda com um pequeno spoiler no topo da tampa da mala.

No interior, referência para os quatro lugares individuais, com bancos em estilo bacquets em pele, e o visual distinto do 308 de produção, com as cores preto e azul a predominarem. A consola central foi prolongada, há detalhes em vermelho nos comandos, volante e consola central.

Para já, é apenas um estudo, não estando por isso confirmada a sua possível produção.

peugeot-308-r-hybrid-3peugeot-308-r-hybrid-4peugeot-308-r-hybrid-5peugeot-308-r-hybrid-6peugeot-308-r-hybrid-7

0 529

Diogo Gago e Jorge Carvalho completaram a dificil estreia no Campeonato Europeu de Ralis com um sétimo posto entre os Júnior, numa prova em que a dupla da Peugeot Rally Academy mostrou que há que contar com ela no que à luta pelos primeiros lugares diz respeito.

Numa prova em que a dupla fazia a sua estreia na neve, Diogo Gago e Jorge Carvalho entraram bem na prova, conseguindo o sétimo melhor crono nos Júniores e melhor entre os estreantes na prova na especial inaugural, para na especial seguinte ter uma saída de estrada, algo que deixou o Peugeot 208 R2 bastante danificado e que lhes custaria a queda para o último lugar.

Valeu então a persistência da jovem dupla que recuperou o carro após a especial, com esse trabalho a ser posteriormente completado pela equipa técnica da Sainteloc no parque de assistência, levando assim o Peugeot 208 R2 a terminar a primeira etapa no décimo primeiro posto entre os Junior.

Já neste último dia de competição, Diogo Gago e Jorge Carvalho procuraram somar quilómetros na neve, vindo a realizar alguns cronos interessantes ao mesmo tempo que iam acumulando experiência e subindo na classificação geral, vindo a terminar no sétimo posto entre os Júnior.

No final da prova, Diogo Gago dizia que este resultado “face à nossa vontade de querer terminar este rali acaba por ser positivo. Apesar do sucedido, nunca desistimos e apesar das contrariedades que se apresentaram, conseguimos sempre reagir. Nesta segunda etapa acabámos por andar com alguma segurança e procuramos ganhar de novo confiança neste tipo de piso de forma a chegar ao final e somar alguns pontos, o que acabou por acontecer”.

Diogo Gago e Jorge Carvalho levaram assim o Peugeot 208 R2 da Peugeot Rally Academy ao sétimo posto entre os Júnior, tendo agora a próxima prova marcada para os dias 2, 3 e 4 de Abril na Irlanda.

0 451
Começo tranquilo para Diogo Gago no Rallye Liepaja

Diogo Gago e Jorge Carvalho tiveram uma sexta-feira tranquila na Letónia, continuando a sua adaptação à neve nas passagens pelo Shakedown e Qualifying Stage do Rallye Liepaja.

Depois de terem mostrado um ritmo competitivo logo no shakedown, a dupla da Peugeot Rally Academy arrancou para a Qualifying Stage sem pretensões aos melhores tempos, uma vez que a estratégia para o primeiro dia de competição a ter lugar este sábado a passar por poder partir atrás da concorrência.

Após a Qualifying Stage realizada esta sexta-feira à tarde, Diogo Gago dizia que “esta sexta-feira foi mais um dia de aprendizagem na neve, depois do primeiro contacto que tivemos com este tipo de terreno na quarta-feira”.

O jovem piloto da Peugeot Rally Academy contava ainda que “os tempos na Qualifying Stage não são significativos, pois os Juniores não podem escolher a ordem de partida, pelo que esperamos que a táctica de sair mais atrás para o arranque do rali seja mais um factor que nos ajude a evoluir num rali difícil e longo como é o caso deste.”

0 1653

O novo Peugeot 308 GT chega em Março, com uma motorização a gasolina e outra Diesel, nas variantes de cinco portas e carrinha. Os preços começam nos 32.310 euros.

A versão mais potente do Peugeot 308, distingue-se pelo seu design mais desportivo, com destaque para as duas saídas de escape (uma de cada lado), retrovisores e difusor traseiro lacados a preto e jantes de 18 polegadas, além da assinatura «GT» na grelha, na porta traseira e nas cavas das rodas dianteiras. A suspensão foi também alvo de alterações e a distância ao solo foi reduzida em 7 mm à frente e 10 mm atrás.

O interior está disponível em duas opções – couro/alcântara GT e couro GT, que conta com bancos em couro com pespontos em vermelho, banco do condutor e passageiro com regulação lombar elétrica e função de massagem/aquecimento.

A versão a gasolina conta com o motor 1.6 e-THP 205 cv CVM6, sendo proposto por 32.310 euros na carroçaria de cinco portas e 33.460 euros na versão carrinha. O motor Diesel 2.0 BlueHDi 180 cv EAT6 começa nos 39.880 euros na versão de cinco portas. A carrinha custa 41.030 euros. A versão a gasolina cumpre a aceleração dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos e apresenta um consumo médio de 5,6 l/100 km. A versão Diesel, por sua vez, apresenta um consumo médio de 4,0 l/100 km.

peugeot-308-gt-2peugeot-308-gt-3peugeot-308-gt-4peugeot-308-gt-5peugeot-308-sw-gt-6peugeot-308-sw-gt-7peugeot-308-sw-gt-8peugeot-308-sw-gt-9peugeot-308-gt-10peugeot-308-gt-11peugeot-308-gt-12peugeot-308-gt-13

0 8274

Quase quatro anos após o lançamento do Peugeot 508, o familiar francês recebeu uma ligeira atualização estética, novos equipamentos e a última geração de motorizações da marca.

Se procura uma carrinha executiva, que lhe dê a paz de espírito necessária para viajar com a família dê uma vista de olhos na Peugeot 508 SW 1.6 e-HDi. Nós fomos conhecê-la, e podemos afirmar que as linhas equilibradas e a silhueta elegante são um excelente cartão-de-visita, o habitáculo elegantemente finalizado apresenta uma montagem cuidada, enquanto que os consumos registados são formidáveis.

No exterior, a nova grelha dianteira é um elemento essencial no estilo da nova 508 SW, mais vertical e incorporando a partir de agora o «Leão» Peugeot ao centro. Ainda na dianteira podemos encontrar um novo para-choques, novas óticas 100% em LED de elevada tecnologia, abrangendo os faróis da frente, luzes diurnas, indicadores de mudança de direção e faróis de nevoeiro e um capot redesenhado, mais elevado e horizontal.

peugeot-508-sw_6

No interior, a juntar à solidez e toque agradável transmitido pela generalidade dos revestimentos existentes, encontramos uma habitabilidade igualmente merecedora de elogios, perfeitamente capaz de acomodar até cinco ocupantes e de oferecer um ótimo nível de conforto a bordo tanto para o condutor (com o volante e banco ajustáveis em altura em profundidade, o primeiro com ótima pega mas com demasiados botões, ao passo que o segundo com bom apoio lateral e regulação elétrica) como para os passageiros, proporcionado também pelos bancos revestidos a couro e tecido, permite à 508 SW assumir-se não apenas como uma ótima proposta para as viagens de trabalho-casa-trabalho, mas também para os fins de semana com toda a família!

De resto, para além do estilo apurado do painel de bordo e do posto de condução ainda mais tecnológico, com o seu Head Up Display a cores, as mudanças ao nível do habitáculo não são muitas, passando muito pela consola central com novo o ecrã táctil de 7” que apresenta de forma intuitiva a maioria das funções do modelo, e pelo libertar de espaço na zona entre bancos para aumentar os espaços de arrumação. A nova Peugeot 508 SW dispõe de um compartimento de arrumação na consola central, um porta-luvas ventilado com ar fresco, 2 porta-copos na dianteira e 2 na traseira, compartimentos para garrafa em cada painel de porta, um compartimento de arrumação por baixo do apoio de braços e um cinzeiro amovível.

As novas atualizações tecnológicas incluem um Sistema de Vigilância de Ângulo Morto, Câmara de Visão Traseira, e uma nova variedade de serviços ligados através da Peugeot Connect Apps. Para além destas novidades, no que diz respeito ao equipamento, destacam-se o Acesso e Ligação Mãos-Livres, o travão de estacionamento elétrico, o Assistente Automático de Máximos, o ar condicionado automático quadri-zona, Controlo Eletrónico de Estabilidade, Controlo de Tração Inteligente, Sistema de Ajuda ao Arranque em Subidas, fixações Isofix nos bancos traseiros, sensores de ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro, retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente, Cruise Control, barras de tejadilho, faróis de nevoeiro dianteiros, iluminação nos espelhos e soleira das portas, teto panorâmico em vidro com cortina de comando elétrico, volante em couro com comandos integrados, apoios de braço à frente e atrás, sistema de som Hi-Fi JBL com 6 altifalantes, tomada USB/Jack, Navegação WIP Nav Plus com kit mãos livres Bluetoothe Peugeot Connect Box, retrovisor interior electrocromático, acendimento automático dos faróis, limpa-vidros dianteiro automático com sensor de chuva.

peugeot-508-sw_8

Nota positiva para a bagageira, não só com um plano de carga baixo, prático e amplo, mas também com uma ótima capacidade de carga – 545 litros, valor que pode ser aumentado até aos 1581 litros mediante o fácil, prático e totalmente na horizontal rebatimento das costas dos bancos traseiros. Alguns compartimentos de arrumação por baixo do tapete da bagageira, oferecem-lhe um espaço suplementar de 48 litros.

Ainda na bagageira podemos encontrar um sem número de soluções funcionais, a começar por uma entrada com o piso revestido a metal para evitar riscos mais profundos, espaços de arrumação independentes nas laterais, rede de fixação para impedir que as bagagens se movimentem, ganchos porta-sacos, dois pontos de luz, tomada de 12V e uma chapeleira retráctil, que apesar de tudo algo difícil de recolher.

Testamos o mais pequeno dos turbodiesel à disposição na família 508, o 1.6 e-HDI de 115 cv com Stop&Start, que não sendo propriamente uma referência em termos de prestações (197 km/h de velocidade máxima, com uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 11,6 segundos), assegura um desempenho agradável, com a potência a surgir logo a partir das 1.750 rpm, mas também a pedir, em certos momentos de maior aflição, uma ajudazinha da bem escalonada caixa manual de seis velocidades para recuperar velocidade.

No interior, “salta à vista” a discrição acústica do 1.6 e-HDI, mas também dos excelentes consumos registados. A média por nós registada foi de 5,4 l/100 km.

0 916

A Peugeot apresentou em Londres, uma evolução da sua gama 508. O familiar francês recebeu uma ligeira atualização estética e novos equipamentos, como o “touchscreen”, a câmara de visão traseira e o sistema de vigilância do ângulo morto. Beneficia ainda dos motores Euro 6, sóbrios e de elevada performance.

Em termos estéticos, o novo Peugeot 508 inaugura uma identidade de marca mais confiante e estatutária, que será implantada nos futuros modelos da gama. Na frente, destacam-se a nova grelha dianteira, mais vertical e incorporando a partir de agora o «leão» Peugeot ao centro, óticas 100% em LED de elevada tecnologia, abrangendo os faróis da frente, luzes diurnas, indicadores de direcção e faróis de nevoeiro. Na berlina e na SW, os faróis possuem uma assinatura visual em formato de vírgula e o RXH em forma de garra. O capot, foi redesenhado tornando-se mais horizontal, ancorando as três silhuetas no universo dos veículos topo de gama, reforçando na berlina o equilíbrio entre a frente e a traseira do modelo. A traseira da berlina conta ainda com um para-choques e luzes redesenhadas.

As alterações são, também, extensíveis ao interior. O painel de bordo inclui, agora, um ecrã tátil de 7 polegadas que agrupa, de modo intuitivo, a maioria das funções do modelo. Nesse sentido, a fachada central foi simplificada em termos de comandos enquanto a consola incorpora uma nova zona de arrumação fechada.

Posicionado na frente do condutor, a ultra-completa instrumentação faz lembrar a relojoaria de precisão. É apoiada pelo ”Head-Up Display” que apresenta informações e orientações legíveis numa lâmina translúcida e retráctil.

peugeot-508_4

Em termos de equipamento de conforto e segurança destacam-se o acesso e ligação mãos-livres, o travão de estacionamento eléctrico, o assistente automático de máximos, o ar condicionado automático quadri-zona, o sistema de som Hi-Fi JBL… A estes deverão adicionar-se dois novos sistemas: o sistema de vigilância de ângulo morto e a câmara de visão traseira, com imagem apresentada no ecrã tátil.

No que se refere a motores, a gama conta com blocos a diesel de última geração, nomeadamente um 2.0 BlueHDi 150 CVM6, com emissões de CO2 de apenas 105 g/km, seja na berlina ou no SW. Ao mesmo tempo, a nova versão 2.0 BlueHDi 180 EAT6 (caixa automática) foi homologada na berlina com 111 g/km de CO2, o que constitui uma das melhores relações potência/consumo do segmento.

Destaque ainda para a variante híbrida RXH equipada com a tecnologia Hybrid4. O motor de combustão diesel 2.0 HDi de 163 cv e o motor eléctrico de 37 cv, acoplados às rodas traseiras, trabalham de modo alternado ou em simultâneo, em total transparência para o utilizador. Os quatro modos seleccionáveis – ZEV, 4WD, Sport e Auto – permitem ao condutor uma agradável utilização e experiência de condução, com um consumo misto de 3,3 l/100 km e emissões de CO2 de 85 g/km.

O lançamento da nova gama Peugeot 508 no mercado nacional está agendado para o próximo dia 10 de Setembro.

peugeot-508_2peugeot-508-sw_3

ARTIGOS ALEATORIOS

0 447
A Renault associou-se à Qualcomm Technologies e à Vedecom num projeto de carregamento dinâmico de veículos elétricos, que permite carregar 20 kW a uma...